sicnot

Perfil

Desporto

Vice-campeão olímpico de triatlo sente-se mal e corta meta com ajuda do irmão

Os irmãos Brownlee conquistaram o ouro e a prata no triatlo dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro e protagonizaram um momento único. O calor era muito na final de Cozumel, no México, e Jonathan Brownlee, na cabeça da corrida, sentiu-se mal a uns escassos 700 metros do final da prova. Alistair, campeão olímpico no Rio de Janeiro e irmão de Jonathan, seguia na segunda posição, quando se aprecebeu da indisposição do irmão, de imediato foi ter com ele e levou-o em braços até à meta.

Delly Carr

Quem ganhou com a situação foi o sul-africano Henri Schoeman que, com o atraso dos irmãos Brownlee, conseguiu a vitória.

O britânico tinha conquistado a prata no Rio de Janeiro e ambicionava a conquista do título no mundial.

Jonathan cortou a meta em segundo e Alistair em terceiro. Caso tivesse vencido a prova, Jonathan ter-se-ia sagrado campeão mundial.

Jonathan foi hospitalizado devido a uma desidratação severa, mas já partilhou imagens no hospital em que diz que está bem e agradece a ajuda do irmão.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45
  • A rã que brilha no escuro
    2:08
  • Indonésio encontrado dentro de cobra pitão

    Mundo

    Akbar Salubiro, de 25 anos, esteve perto de 24 horas desaparecido na remota ilha indonésia de Sulawesi. Acabou por ser encontrado um dia depois, no jardim da própria casa, dentro de uma pitão de 7 metros.

  • Relação de Portugal com Angola é "insubstituível"
    1:00

    País

    Paulo Portas considera que a relação de Portugal com Angola é insubstituível. Numa entrevista ao Jornal de Negócios, o ex vice-primeiro-ministro defende que o país deve ser profissional no relacionamento político com Luanda.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.