sicnot

Perfil

Desporto

Patrick van Aanholt falhou jogo devido a possível problema cardíaco

© Reuters Staff / Reuters

O futebolista holandês Patrick van Aanholt falhou o jogo de domingo do Sunderland em casa do Tottenham (derrota por 1-0), devido aos resultados dos exames cardíacos, revelou esta terça-feira o treinador David Moyes.

O lateral esquerdo, de 26 anos, estava indicado para o onze titular no jogo de domingo e foi surpreendido quando o seu companheiro de equipa Jason Denayer, que assumiria a posição, lhe disse que não iria jogar.

O técnico do Sunderland não quis no domingo explicar as razões pelas quais van Aanholt não jogou, mas revelou hoje que o defesa holandês saiu da equipa devido a problemas clínicos.

"Ele fez os exames com cardiologistas e o painel de cardiologistas da Federação Inglesa olharam para eles. Mais tarde, no domingo, avisaram-nos que ele não deveria jogar até realizar mais exames", explicou Moyes.

O treinador considerou ser incompreensível que o Sunderland não tivesse sido notificado mais cedo.

O lateral holandês deverá viajar com a equipa, que na quarta-feira visita o Queens Park Rangers na Taça da Liga, mas que ainda não decidiu se Van Aanholt jogará, tendo em conta que continua a fazer exames de diagnóstico.

Lusa

  • Despenalização da eutanásia votada na terça-feira no Parlamento
    2:04
  • Há companhias aéreas a contratar. TAP é uma delas
    1:28

    Economia

    Com o crescimento do turismo, que continua a bater recordes, as companhias aéreas querem profissionais para reforçar as rotas com maior procura e oferecer novos destinos. Só a TAP prevê contratar mais 700 pessoas este ano para várias funções, incluindo 300 tripulantes de cabina e 170 pilotos.

  • Trump remarca encontro com Kim Jong-un no Twitter
    2:33

    Mundo

    A Coreia do Sul e a Coreia do Norte reuniram-se pela segunda vez em menos de um mês. Os Presidentes dos dois países dizem que estão a cooperar para que a cimeira entre Washington e Pyongyang, em Singapura, seja um sucesso. Donald Trump regressou ao Twitter para remarcar a cimeira a 12 de junho.