sicnot

Perfil

Desporto

Barcelona desaproveita deslize do Real e também empata na liga espanhola

O FC Barcelona desperdiçou esta quarta-feira uma ocasião para se aproximar do Real Madrid no topo da liga espanhola de futebol, ao empatar em casa com o Atlético da capital (1-1), num jogo em que Messi saiu lesionado.

O encontro, da quinta jornada do campeonato, deixa o FC Barcelona em terceiro da tabela, com 10 pontos, a três do Real Madrid - que mais cedo empatou com o Villarreal - e a dois do Sevilha.

O 'Barça' parecia encaminhado para a vitória, quando marcou aos 41 minutos - uma entrada de Iniesta pela esquerda e centro para a área, onde o croata Rakitic apareceu para atirar fora do alcance de Oblak.

Claramente dominadores na primeira parte, os catalães sofreram um duro golpe com a saída de Lionel Messi, aos 59 minutos. O argentino já estava há algum tempo a queixar-se dos adutores e Diego Simeone não teve opção senão tirar de campo o 'mago' da sua equipa.

Quase de seguida as coisas pioraram para o campeão espanhol, com o golo do empate. Estavam decorridos 61 minutos quando Correa se isolou na área, depois de Piqué e Mascherano serem infelizes a defender, não conseguindo afastar o perigo. Com um remate muito colocado, o argentino relançou o jogo.

Os últimos 30 minutos - já com o português André Gomes em campo (entrou aos 51 para o lugar de Busquets) foram de intenso domínio territorial por parte do 'Barça', faltando no entanto a 'gazua' para superar uma das defesas mais eficientes da liga espanhola.

Grande beneficiário da 'escorregadela' do rival, o Real Madrid concedera antes os primeiros pontos da época, ao empatar em casa com o Villarreal (1-1), um resultado que, no entanto, lhe permite continuar a liderar isolado.

Sérgio Ramos foi o destaque na partida, para o bem e para o mal, já que fez a falta da grande penalidade com que o Villarreal chegou à vantagem, redimindo-se depois com um belo golo de cabeça.

O Real, que vinha de 16 jogos sempre a ganhar - em todas as competições -, viu-se em desvantagem aos 45+1 minutos, quando Bruno Soriano converteu o castigo máximo com um remate 'à Panenka', enganando por completo Casilla.

Na baliza oposta, Asenjo brilhou e ajudou a que o empate, conseguido por Sérgio Ramos, de cabeça, aos 48, perdurasse até ao fim, mau grado o maior pendor ofensivo do campeão europeu.

Cristiano Ronaldo foi o único português em campo e viu o amarelo aos 69 minutos, depois de uma entrada dura sobre Bruno Soriano. Quanto a Pepe e Fábio Coentrão, continuam lesionados e não podem ser opção para Zinedine Zidane.

O Las Palmas, que à quarta jornada estava igualado com o FC Barcelona, no segundo lugar, perdeu por 4-1 no País Basco, com a Real Sociedad.

Dia muito positivo para as equipas bascas, já que o Athletic de Bilbau foi ganhar por 2-1 em Granada.

O Celta recebeu e venceu o Gijón por 2-1 e, com este resultado, a formação de Vigo saiu da zona de despromoção.

Lusa

  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Opinião

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Pj ainda não fez detenções relacionadas com atropelamento de adepto italiano
    1:52

    Desporto

    As autoridades policiais confirmaram à SIC que o atropelamento que fez este sábado uma vítima mortal, junto ao Estádio da Luz, não terá sido acidental. A Policia Judiciária já saberá quem foi o autor do atropelamento. O homem faria parte do grupo de adeptos do Benfica, que se envolveram em confrontos com adeptos do Sporting.