sicnot

Perfil

Desporto

Real Madrid cede empate com Villarreal, mas continua líder

​O Real Madrid concedeu hoje os primeiros pontos da época, ao empatar em casa com o Villareal (1-1), um resultado que, no entanto, lhe permite continuar a liderar isolado a liga espanhola de futebol, à quinta jornada.

Qualquer que sejam os resultados que faltam, os madrilenos ficam isolados na tabela, com 13 pontos - mais dois do que Sevilha e mais quatro do que o FC Barcelona, que joga ainda hoje com o Atlético de Madrid.

Sérgio Ramos foi o destaque na partida, para o bem e para o mal, já que fez a falta da grande penalidade com que o Villarreal chegou à vantagem, redimindo-se depois com um belo golo de cabeça.

O Real, que vinha de 16 jogos sempre a ganhar - em todas as competições -, viu-se em desvantagem aos 45+1 minutos, quando Bruno Soriano converteu o castigo máximo com um remate 'à Panenka', enganando por completo Casilla.

Na baliza oposta, Asenjo brilhou e ajudou a que o empate, conseguido por Sérgio Ramos, de cabeça, aos 48, perdurasse até ao fim, mau grado o maior pendor ofensivo do campeão europeu.

Cristiano Ronaldo foi o único português em campo e viu o amarelo aos 69 minutos, depois de uma entrada dura sobre Bruno Soriano. Quanto a Pepe e Fábio Coentrão, continuam lesionados e não podem ser opção para Zinedine Zidane.

No outro jogo já disputado, o Celta recebeu e venceu o Gijón por 2-1 - golos de Hugo Mallo (66) e Iago Aspas (87, de grande penalidade), para a formação de Vigo, e do croata Duje Cop (80, de grande penalidade), para os visitantes.

Com este resultado, o Celta saiu provisoriamente da zona de despromoção.

Lusa

  • Atacantes de Barcelona "não estão a caminho da nossa fronteira"
    7:00

    Ataque em Barcelona

    O diretor da Unidade Nacional de Contraterrorismo da Polícia Judiciária esteve esta sexta-feira no Jornal da Noite para falar sobre o duplo atentado em Espanha. Luís Neves diz que o nível de ameaça em Portugal, perante os ataques, não foi alterado porque "não se detectou que tenha existido informação que possa colocar o nosso território em perigo".