sicnot

Perfil

Desporto

Leonardo Jardim crítica arbitragem devido ao lance com Falcao

O técnico do Mónaco lamentou esta quinta-feira a ausência do futebolista Radamel Falcao e criticou a arbitragem no lance que resultou na lesão do avançado, no encontro de quarta-feira com o Nice (4-0), da sexta jornada do campeonato francês.

"Os árbitros têm que sancionar este tipo de gestos. Para mim é cartão vermelho. Em muitos países, seria vermelho. Mais parecia um lance de râguebi. Estou surpreendido que a falta tenha sido assinalada contra nós", afirmou Leonardo Jardim em conferência de imprensa.

Falcao continua em observação no hospital, devido à concussão cerebral, depois de um lance em que chocou violentamente com o guarda-redes do Nice.

Os exames realizados ao colombiano não mostram qualquer problema grave, mas, seguindo o protocolo médico, o antigo jogador do FC Porto continua em observação.

O regresso de El Tigre à competição dependerá da avaliação do neurologista que acompanhou a situação do avançado, que já no início da época esteve afastado dos relvados durante um mês devido a uma lesão muscular.

Com Ricardo Pereira no onze inicial, o Nice goleou o Mónaco, por 4-0, e isolou-se na liderança do campeonato, retirando o comando à equipa do principado, pela qual João Moutinho e Bernardo Silva alinharam de início.

Lusa

  • Younes Abouyaaqoub, o homem mais procurado de Espanha
    1:53
  • Incendiários vão passar o verão com pulseira eletrónica

    País

    Os tribunais vão poder condenar os incendiários a penas de prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, durante as épocas de incêndio. A nova lei foi aprovada na semana passada, na Assembleia da República, e aguarda a promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

  • Costa desafia PSD para pacto depois das autárquicas
    1:14
  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22