sicnot

Perfil

Desporto

Bolt recusa futebol americano, mas pisca olho ao Manchester United

​O 'homem mais rápido do mundo', o jamaicano Usain Bolt, revelou hoje que jamais experimentará o futebol americano, assumindo que prescinde de "desportos de contacto".

"Há alguns anos que vejo os jogos da NFL (Liga Profissional de Futebol Norte-Americano), mas não fui verdadeiramente feito para desportos de contacto", justificou o triplo campeão olímpico e recordista mundial dos 100 (9,58) e 200 (19,19) metros.

As equipas da NFL interessadas na sua velocidade podem guardar o dinheiro, pois os planos do atleta de 30 anos não passam pela modalidade.

"Poderia apanhar as bolas lançadas de longe, mas continuaria a correr, se é que me entendem. Já vi no que podem resultar os choques", acrescentou, durante uma digressão pelos Estados Unidos.

O antigo treinador da NFL, Tony Dungy, disse que Usain Bolt tem tudo para ser um excelente jogador de futebol americano, especialmente na posição de recetor.

"Não sei se ele iria sobreviver, mas isso iria assustar muita gente. É tão explosivo e rápido, seria divertido vê-lo num campo de futebol", confessou o técnico, duas vezes vencedor do 'Super Bowl'.

Se ao futebol americano diz claramente que não, ao futebol popularizado em todo o m,undo seria diferente, pois assume que gostaria de fazer uma experiência no 'seu' Manchester United.

"Se me chamassem, iria logo, pois é algo que ainda quero fazer. Jogar futebol, principalmente no Manchester United", seu clube de eleição, orientado por José Mourinho.

Lusa

  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Opinião

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Pj ainda não fez detenções relacionadas com atropelamento de adepto italiano
    1:52

    Desporto

    As autoridades policiais confirmaram à SIC que o atropelamento que fez este sábado uma vítima mortal, junto ao Estádio da Luz, não terá sido acidental. A Policia Judiciária já saberá quem foi o autor do atropelamento. O homem faria parte do grupo de adeptos do Benfica, que se envolveram em confrontos com adeptos do Sporting.