sicnot

Perfil

Desporto

Arnold Palmer morreu enquanto aguardava cirurgia cardíaca

Reuters

A lenda norte-americana do golfe Arnold Palmer morreu hoje aos 87 anos, num hospital em Pittsburgh, na Pensilvânia, quando aguardava uma cirurgia cardíaca, informou o sítio oficial de internet do antigo jogador.

Arnold Palmer "estava num hospital em Pittsburgh à espera de uma cirurgia cardíaca, quando o seu estado piorou", lê-se.

A morte de Palmer originou várias homenagens de golfistas, como a do norte-americano Tiger Woods, que agradeceu a amizade do antigo jogador através da sua conta na rede social Twitter: "Obrigada Arnold pela sua amizade, conselhos e pelas gargalhadas".

O norte-irlandês Rory McIlroy, número um mundial, partilhou uma fotografia com Palmer, relembrando "os momentos especiais" que passou com o antigo jogador no Arnold Palmer's Bay Hill Club & Lodge, um resort de golfe situado na Florida.

"Um verdadeiro pioneiro no nosso desporto. Será sempre lembrado", acrescentou o número um mundial.

Barack Obama também não ficou indiferente e também partilhou uma fotografia com o ex-jogador na sua conta oficial de Twitter. "Aqui está o rei que era extraordinário nos links e generoso com os outros. Obrigado pelas memórias, Arnold", escreveu o presidente dos Estados Unidos.

A morte de Arnold Palmer foi anunciada pela revista especializada Golf Digest durante a madrugada de hoje, a que se seguiu pouco depois a reação de consternação da Associação de Golfe dos Estados Unidos (USGA).

"Estamos profundamente tristes com a morte de Arnold Palmer, o maior embaixador do golfe", expressou o organismo.

Ao longo da sua carreira, Palmer venceu sete torneios do 'Grand Slam', designadamente quatro vezes o Masters de Augusta, uma o US Open e duas o Open Britânico, num total de 93 torneios a nível internacional.

O último torneio do ex-jogador foi o Masters de Augusta de 2004, já com 75 anos. Até este ano, a tacada inaugural do 'major' norte-americano era dada por ele.

  • Costa reúne-se hoje com o Presidente de Angola em Davos

    Mundo

    O primeiro-ministro reúne-se esta noite com o chefe de Estado de Angola, logo após chegar a Davos, na Suíça). O encontro acontece num momento em que o processo da justiça portuguesa contra o ex-vice-presidente angolano, Manuel Vicente, afeta as relações entre os dois países.

  • E os nomeados são... conhecidos hoje

    Cultura

    São, esta terça-feira, conhecidos os nomeados para os Óscares. O anúncio vai ser feito a partir de Los Angeles quando forem 13h00 em Lisboa e seguido em direto numa emissão especial da SIC Notícias.

    Aqui a partir das 13:00

  • Centeno promete avançar com reformas para a zona euro
    1:45

    Economia

    Mário Centeno liderou esta segunda-feira a primeira reunião do Eurogrupo. O ministro das Finanças português prometeu pôr mãos à obra para reformar a zona euro e, sem se comprometer com datas, deixou a porta entreaberta à entrada da Bulgária na zona euro.

  • "Shutdown" nos EUA chegou ao fim
    1:05
  • Papa pede perdão a vítimas de abusos por ter usado expressão "menos feliz"
    1:21

    Mundo

    No final da visita à América Latina, já no avião de regresso a Roma, o Papa Francisco pediu desculpa às vítimas de abusos sexuais no Chile. O líder da Igreja católica considerou que utilzou uma expressão menos "feliz" quando saiu em defesa do bispo Juan Barros, exigindo "provas" a quem o acusa de não ter agido.