sicnot

Perfil

Desporto

Futebolista Serge Aurier já recorreu da sentença a dois meses de prisão

O futebolista costa-marfinense Serge Aurier, condenado a dois meses de prisão efetiva por agredir um polícia, recorreu da sentença, anunciou esta segunda-feira o seu clube, o Paris Saint-Germain.

"O clube tomou conhecimento da sua condenação. Foi apresentado um recurso à saída da audiência, pelo advogado do jogador", indicou o PSG em comunicado, referindo que Aurier "tem direito à presunção inocência até à decisão no Tribunal de Apelo".

A condenação desta segunda-feira não implicou um mandado de detenção, razão pela qual o lateral direito pode jogar pela equipa francesa, nomeadamente na quarta-feira na visita aos búlgaros do Ludogorets, na Liga dos Campeões.

Em maio, o jogador, de 23 anos, envolveu-se num conflito com um polícia, à saída de uma discoteca no centro de Paris.

Os agentes afirmaram que, quando o intercetaram, Aurier recusou-se a parar o carro que conduzia e quando foi obrigado a sair do veículo foi violento, atacando um deles com o cotovelo. O futebolista confirmou que houve um conflito com um dos agentes, mas sustentou que foi atacado em primeiro lugar.

Além da pena de prisão, o Tribunal de Paris condenou ainda o internacional do Costa do Marfim a pagar 600 euros por perdas e danos e 1.500 euros de custas judiciais.

Lusa

  • Este texto é sobre o bom senso. O bom senso que faltou a Passos Coelho quando, esta manhã, depois de uma visita pelas áreas ardidas de Pedrógão Grande, decidiu falar em suicídios. Passos não se referiu a tentativas, mas sim a atos consumados. Deu certezas. Disse que tinha conhecimento de “pessoas que puseram termo à vida” porque “que não receberam o apoio psicológico que deviam.”

    Bernardo Ferrão

  • Simplex+2017 promete simplificar burocracia
    1:08

    País

    Já está online o novo Simplex+2017, que vai simplificar a vida dos cidadãos, empresas e administração pública. Pagar impostos com cartão de crédito e ter o cartão de cidadão ou a carta de condução no telemóvel são alguns exemplos do que está previsto.

  • Homem fala ao telefone com o filho que pensava estar morto

    Mundo

    Um norte-americano que tinha estado presente no funeral do filho recebeu, 11 dias depois, uma chamada telefónica de um homem que o pôs em contacto... com o filho que havia enterrado semana e meia antes. Tudo por causa de um erro do gabinete de medicina legal.