sicnot

Perfil

Desporto

Pepe e Coentrão nos convocados do Real Madrid para Dortmund

(Arquivo)

© Andrea Comas / Reuters

Os portugueses Pepe e Fábio Coentrão recuperaram das respetivas lesões e foram hoje convocados para o encontro de terça-feira entre Real Madrid e Borussia Dortmund, da segunda jornada do Grupo F da Liga dos Campeões de futebol.

Pepe regressa às opções do técnico francês Zinedine Zidane depois de ter falhado os últimos dois jogos (Villarreal e Las Palmas) devido a problemas musculares, enquanto Coentrão poderá somar os primeiros minutos esta temporada. O lateral esquerdo está parado desde o final da última temporada devido um problema na coxa direita.

Os dois internacionais portugueses, assim como Cristiano Ronaldo, fazem parte de uma lista de 22 jogadores que ainda hoje vão viajar para a Alemanha. Os brasileiros Marcelo e Casimiro (ex-FC Porto) estão lesionados e vão falhar o embate com os germânicos.

Real Madrid e Borussia Dortmund são adversário do Sporting no Grupo F da 'Champions', assim como o Legia Varsóvia.

  • Passos nega que resultado das autárquicas ponham em causa liderança do PSD
    7:46
  • PS e PSD trocam acusações sobre Tancos
    1:18
  • Homens vítimas de violência doméstica
    31:17
  • Marcelo mergulha na baía de Luanda
    0:45
  • Marcelo garante que relações com Angola "estão vivas"
    1:50

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou esta segunda-feira as boas relações entre Portugal e Angola. À chegada a Luanda para a posse do novo Presidente angolano João Lourenço, o chefe de Estado português aproveitou para tomar um banho de mar.

  • Défice chegou aos 2.034 milhões em agosto
    1:51

    Economia

    O défice do Estado caiu 1.900 milhões de euros até agosto, em comparação com o ano passado. A recuperação da economia ajudou a baixar o défice, com mais receitas e impostos acima do esperado. Já a despesa pública ficou praticamente inalterada e os pagamentos do Estado em atraso subiram.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.