sicnot

Perfil

Desporto

João Sousa eliminado na primeira ronda no torneio de ténis de Chengdu

Reuters

O tenista português João Sousa, sétimo cabeça de série, foi hoje eliminado na primeira ronda do torneio de Chengdu, na China, ao perder com o russo Karen Khachanov, por 7-6 (7-3) e 6-3.

Uma semana depois de ter chegado aos quartos de final em São Petersburgo, na Rússia, o jogador vimaranense, 34.º do 'ranking' mundial, esteve apenas uma hora e 17 minutos no 'court' frente ao 101.º da classificação ATP, de 20 anos.

"É um jovem que joga muito bem. A verdade é que não fiz a melhor das exibições, mas também não penso que tenha jogado mal", resumiu João Sousa.

Após um primeiro 'set' equilibrado, que se decidiu no 'tie-break', Khachanov desequilibrou o encontro na segunda partida, ao concretizar um dos dois pontos de 'break' de que dispôs, enquanto o número um português, de 27 anos, nunca esteve em posição de quebrar o serviço do adversário.

"Entrei bem no primeiro 'set', tive oportunidades para fechar a servir, inclusive uma bola de 'set'. As coisas não caíram para o meu lado e ele começou a jogar um pouco melhor. No 'tie-break' foi melhor do que eu. Depois, no segundo 'set', andei atrás do marcador. Uma perda de concentração fez com que me fizesse um 'break' e depois serviu bem para fechar o encontro", explicou o minhoto.

  • Chamas passaram por cima da A23
    1:06

    País

    A A23 esteve cortada ao longo do dia por causa do fumo e das chamas. Em direto para a SIC Notícias, perto das 18h30, os repórteres da SIC presenciaram o momento em que o fogo passou por cima da autoestrada da Beira Interior.

  • "Só numa ditadura é possível tentar esconder o número de vítimas"
    0:51

    Tragédia em Pedrógão Grande

    O primeiro-ministro diz que é "lamentável" a tentativa de aproveitamento político à volta dos incêndios. António Costa esteve esta quarta-feira à tarde na Autoridade Nacional de Proteção Civil e, no final do briefing, disse que é preciso confiança nas instituições do Estado. O primeiro-ministro deixou ainda muitas críticas à oposição no caso da lista de vítimas de Pedrógão Grande.

  • E os 10 mais ricos de Portugal são...

    Economia

    A família Amorim lidera a lista dos mais ricos do país, com uma fortuna avaliada em 3840 milhões de euros. Em segundo lugar surge Alexandre Soares dos Santos com 2532 milhões de euros. A família Guimarães de Mello ainda entra para o top 3, com um valor de 1471 milhões de euros. A lista foi elaborada pela revista EXAME, que conclui que os ricos estão ainda mais ricos, pela quarta vez consecutiva.

    Bárbara Ferreira