sicnot

Perfil

Desporto

Sam Allardyce deixa a seleção de Inglaterra após reportagem polémica

O treinador Sam Allardyce deixou esta terça-feira o posto de selecionador inglês, anunciou a Federação inglesa de futebol (FA), 24 horas depois da divulgação de uma reportagem em que este explicava a forma de contornar as regras de transferências.

"A FA pode confirmar que Sam Allardyce deixou o seu posto de 'manager' de Inglaterra", indica um breve comunicado daquele organismo.

O técnico, 61 anos, esteve apenas 67 dias em funções e dirigiu somente um encontro da seleção dos 'Três Leões', ao vencer a Eslováquia por 1-0, em setembro, no apuramento para a Mundial2018 na Rússia.

Sam Allardyce foi apanhado numa investigação de um jornal a dar conselhos sobre a forma de contornar as regras de transferências, tendo a notícia sido revelada na segunda-feira, o que levou a FA a analisar hoje o caso.

O técnico foi filmado secretamente por repórteres do jornal britânico Daily Telegraph, que se apresentaram como investidores asiáticos, e revelou formas de circundar os regulamentos de transferências da FA, nomeadamente a propriedade de passes de jogadores por parte de terceiros.

Durante o vídeo, Allardyce aceita viajar a Singapura e Hong Kong como embaixador da empresa fictícia, a troco de 400 mil libras (461 mil euros).

Allardyce criticou ainda o antigo selecionador inglês, Roy Hodgson, afirmando que foi "muito indeciso" na gestão do Euro2016, e que devia ter mandado "sentar e calar" Gary Neville, na altura treinador adjunto, assim como considerou "estúpido" gastar mil milhões de euros para reconstruir o Estádio de Wembley, em Londres.

Lusa

  • Michelle Obama partilhou momento de despedida da Casa Branca
    1:43
  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Trabalhadores da saúde iniciam greve nacional

    País

    Trabalhadores da saúde estão esta sexta-feira a cumprir uma greve a nível nacional para reivindicar a admissão de novos profissionais, exigir a criação de carreiras e a aplicação das 35 horas semanais a todos os funcionários do setor.

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Juiz brasileiro morto em acidente aéreo investigava corrupção na Petrobras
    1:28
  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.

  • Podem as plantas ver, ouvir e até reagir?

    Mundo

    Um professor de Ciências Vegetais da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, passou quatro décadas a investigar as relações entre vegetais e insetos. Na visão de Jack Schultz, as plantas são "como animais muito lentos", que conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos próprios.