sicnot

Perfil

Desporto

Legia de Varsóvia - Real Madrid vai ser à porta fechada

© Kacper Pempel / Reuters

O Legia de Varsóvia vai jogar à porta fechada com o Real Madrid, na quarta jornada da Liga dos Campeões em futebol, a 2 de novembro, por decisão da UEFA, devido a incidentes com o público. O clube poloco já anunciou o recurso.

Os polacos, que fazem parte do grupo do Sporting, perderam na terça-feira com os leões em Alvalade (2-0), mas os incidentes ocorreram na primeira jornada, quando foram goleados em casa pelo Borussia Dortmund (6-0).

A UEFA confirmou esta quinta-feira a decisão da sua Comissão de Controlo, Ética e Disciplina em sancionar o clube, depois de aberto um inquérito disciplinar aos factos ocorridos em Varsóvia a 14 de setembro.

Em causa estavam distúrbios do público, utilização de tochas, lançamento de objetos, comportamento racista, organização deficiente e bloqueio de acessos, o que levou à decisão da realização do jogo sem público e ao pagamento de uma multa de 80.000 euros.

Legia de Varsóvia recorre de castigo da UEFA

"Estamos convencidos de que os nossos argumentos serão tidos em consideração. Faremos todos os possíveis para que o encontro com o Real Madrid permita a assistência do público", afirmou em comunicado o clube polaco.

O Legia disse que colaborou com as autoridades locais na identificação dos adeptos radicais e recordou que proibiu a entrada no seu estádio a dezenas de fãs conhecidos pelo seu mau comportamento.

a terceira jornada, a 18 de outubro, o Legia visita o Real Madrid, enquanto o Sporting recebe os alemães do Borussia Dortmund.

O grupo F da Champions é liderado por Real Madrid e Borussia Dortmund, ambos com quatro pontos, seguidos por Sporting, com três, e Legia, sem qualquer ponto.

Com Lusa

  • Primeiro-ministro holandês liga a Costa para explicar palavras de Dijsselbloem
    2:23

    País

    António Costa pediu que Djisselbloem desaparecesse da Presidência do Eurogrupo. Após esta tomada de posição, o primeiro-ministro holandês ligou para Costa na semana passada a dar explicações. Contudo, o primeiro-ministro português não recua e volta a dizer que Dijsselbloem não tem condições para continuar, na sequência das declarações sobre copos e mulheres. Os eurodeputados do Partido Popular Europeu reforçaram também esta terça-feira o pedido de demissão.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45

    País

    Há um surto de hepatite A em Portugal. Desde janeiro, 105 pessoas foram diagnosticadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, um número superior aos casos contabilizados em todo o país nos últimos 40 anos. O surto terá começado na Holanda e está a atingir quase toda a Europa.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Novo vídeo do Daesh mostra crianças a treinar para matar
    3:35
  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho

  • Trump propõe cortes orçamentais para pagar muro

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos está a propor cortes de milhões de dólares no orçamento para que os contribuintes norte-americanos, e não o México, paguem o muro a construir na fronteira entre os dois países.

  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.