sicnot

Perfil

Desporto

Rui Jorge quer observar jogadores e enaltece "subida" de Gelson Martins

O treinador da seleção portuguesa de futebol de sub-21 afirmou hoje que quer aproveitar os dois últimos jogos da fase de qualificação para o Euro2017 para observar jogadores e enalteceu a chamada de Gelson Martins à equipa principal.

Rui Jorge, que falava em conferência de imprensa de divulgação dos convocados para os embates com Hungria e Liechtenstein, admitiu que a dupla jornada do grupo 4 é uma boa ocasião para testar outros jogadores, tendo em conta que Portugal já garantiu o apuramento para o Europeu que se disputa no próximo ano, na Polónia.

"Alguns regressam, outros estão cá pela primeira vez. Conquistámos o direito de estar no Europeu, estamos apurados. Vamos aproveitar para ver jogadores, achamos uma altura ótima para o fazer, não descurando a competição", afirmou.

A equipa de sub-21 assegurou a qualificação para o Euro2017 em setembro, com um triunfo caseiro sobre a Grécia (1-0), graças a um tento de Gelson Martins.

O extremo do Sporting foi hoje chamado pela primeira vez à seleção A, comandada por Fernando Santos, para os confrontos com Andorra e Ilhas Faroé, de qualificação para o Mundial2018.

"Sabemos que o mister [Fernando Santos] tem vários jogadores sob observação. Entendeu chamar o Gelson desta vez e estamos muito satisfeitos. Vai o Gelson para cima e o [Daniel] Podence tem aqui o seu espaço. Será mais um jogador para mostrar o seu valor", referiu.

Portugal fecha a qualificação para o Euro2017 com as visitas à Hungria (06 de outubro) e Liechtenstein (11 de outubro).

Lista dos 23 convocados:

- Guarda-redes: André Moreira (Atlético de Madrid/Esp), Bruno Varela (Vitória de Setúbal) e Miguel Silva (Vitória de Guimarães).

- Defesas: Domingos Duarte (Belenenses), Edgar Ié (Villarreal/Esp), Fernando Fonseca (FC Porto), Pedro Rebocho (Moreirense), Rúben Semedo (Sporting), Simão Azevedo (Sporting de Braga) e Tobias Figueiredo (Nacional).

- Médios: André Horta (Benfica), Bruno Fernandes (Sampdoria/Ita), Francisco Geraldes (Moreirense), João Carvalho (Benfica), João Teixeira (Wolverhampton/Ing), Rony Lopes (Lille/Fra), Pedro Empis (Sporting) e Rúben Neves (FC Porto).

- Avançados: Bruma (Galatasaray/Tur), Daniel Podence (Moreirense), Diogo Jota (FC Porto), Gonçalo Guedes (Benfica) e Ricardo Horta (Sporting de Braga).

Lusa

  • Assalto à base militar de Tancos
    0:42

    País

    Várias granadas e munições foram roubadas dos paióis da base militar de Tancos. A Polícia Judiciária Militar já está a investigar.

  • Detido antigo diretor regional do BES na Madeira

    Queda do BES

    Foi detido o antigo diretor do Banco Espírito Santo da Madeira, no âmbito do chamado processo ao Universo GES. João Alexandre Silva tinha sido também o representante do BES na Venezuela, onde a instituição portuguesa abriu várias agências em diversas cidades e tinha cerca de 7600 clientes domiciliados.

    Notícia SIC

  • Couves, arroz integral e bróculos biológicos com pesticidas sintéticos
    2:29
  • ASAE apreende leite com água oxigenada para fabrico de queijo

    Economia

    A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu leite com água oxigenada, destinado ao fabrico de queijo. As investigações decorreram nos últimos dois meses e foram dirigidas a vários produtores de leite. As investigações iniciaram-se com a deteção de uma viatura para transporte do leite sem qualquer sistema de refrigeração.

  • Crise na Venezuela faz aumentar casos de desnutrição infantil
    2:13
  • Mulher mata namorado em brincadeira com arma no Youtube

    Mundo

    Uma mulher do Minnesota, nos EUA, está a ser acusada de disparar mortalmente sobre o namorado quando ambos faziam um vídeo para publicar no Youtube. Monaliza Perez, de 20 anos, foi detida depois de disparar sobre Pedro Ruiz, que segurava um livro junto ao seu peito, confiante que seria o suficiente para parar a bala.

  • Comissão Europeia adota plano contra resistência a antibióticos

    Mundo

    A Comissão Europeia adotou, hoje, um plano para combater a resistência aos antibióticos, uma ameaça que mata anualmente 25 mil pessoas na União Europeia (UE) e custa 1,5 mil milhões de euros. Em paralelo ao plano, apresenta ainda regras para um "uso prudente de antibióticos".