sicnot

Perfil

Desporto

Borrusia Dortmund perde fora com o Bayer Leverkusen

O Borussia Dortmund, com o português Raphael Guerreiro a titular, não aproveitou este sábado o deslize (empate) do Bayern Munique na Liga alemã de futebol, saindo derrotado na visita ao Bayer Leverkusen (2-0).

Mais cedo, o tetracampeão Bayern Munique perdeu os primeiros pontos na Bundesliga, ao empatar em casa com o Colónia (1-1), mas o Dortmund, adversário do Sporting na Liga dos Campeões, acabou por ter uma tarde complicada em Leverkusen.

Na BayArena, o Borussia viu-se a perder muito cedo, graças a um golo de Mehmedi, na sequência de um canto, aos dez minutos. Foi o pior que podia ter acontecido à equipa de Thomas Tuchel, já que os da casa souberam jogar bem nas 'costas' do Dortmund.

Sem encontrar soluções para igualar a partida, o Borussia Dortmund acabaria, sem surpresa, por sofrer novo golo já na segunda parte, aos 71 minutos, por 'Chicharito' Hernández.

O internacional mexicano aproveitou um cruzamento da esquerda, numa rápida transição em contra-ataque, para se antecipar a Raphael Guerreiro, que tentou acompanhar a jogada, e fazer o 2-0.

O Borussia Dortmund, que nos seus dois próximos compromissos da 'Champions' defronta o Sporting, segue desta forma no terceiro lugar da Bundesliga, a quatro pontos do líder Bayern Munique e a um do Hertha Berlim.

Lusa

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.