sicnot

Perfil

Desporto

Governo lamenta morte de "grande referência do futebol nacional"

O ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, e o secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, lamentaram esta segunda-feira a morte de Mário Wilson, considerando-o como "uma das grandes referências do futebol nacional".

"Com um percurso marcante ligado, em especial, ao Sport Lisboa e Benfica - que fica indubitavelmente mais pobre - como futebolista, o velho capitão foi também uma referência na Académica de Coimbra, bem como campeão nacional pelo Sporting Clube de Portugal", pode ler-se na nota tornada pública esta segunda-feira pelo gabinete do ministro da Educação.

Na mesma referem, ainda, que o antigo futebolista, treinador e selecionador nacional "é um nome que se confunde com as conquistas futebolísticas de outros tempos" e endereçam aos amantes do futebol e à família de Mário Wilson, "o moçambicano que Portugal acolheu com carinho e orgulho", as mais sentidas condolências.

Mário Wilson morreu esta segunda-feira, aos 86 anos, anunciou o Benfica, no qual se tornou no primeiro treinador português a conquistar o título de campeão nacional, em 1975/76, vencendo ainda as Taças de Portugal de 1979/80 e 1995/96.

Natural de Maputo, em Moçambique, Mário Wilson envergou, como jogador, as camisolas do Desportivo de Lourenço Marques, Sporting e Académica.

Como treinador, orientou o Benfica em três ocasiões, mas também emblemas como Académica, Belenenses, Vitória de Guimarães e Boavista, entre outros, assim como a seleção portuguesa na qualificação para o Europeu de 1980.

Lusa

  • Tragédia de Vila Nova da Rainha foi há uma semana
    7:18
  • Escutas da Operação Marquês "não podem servir de prova"
    1:36

    Operação Marquês

    As defesas de José Sócrates e de Ricardo Salgado queixam-se que as escutas do processo Marquês estão infetadas por um vírus informático. Os advogados dizem que tal como estão as escutas não podem servir de prova. No entanto, o Ministério Público diz que estão reunidas as condições para começar a contar o prazo para a abertura de instrução.

    Luís Garriapa

  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Admirável mundo novo
    16:17