sicnot

Perfil

Desporto

Seleção portuguesa concentra-se com Ronaldo e Gelson e possível baixa de Adrien

A seleção portuguesa de futebol, incluindo Cristiano Ronaldo e o estreante Gelson Martins, concentra-se hoje no arranque da preparação para os jogos com Andorra e Ilhas Faroé, de qualificação para o Mundial 2018, com a baixa provável de Adrien.

O médio do Sporting sofreu uma lesão muscular no sábado, no jogo da I Liga no terreno do Vitória de Guimarães (3-3), e o tempo de recuperação é ainda indefinido, podendo ser descartado dos 24 convocados que hoje se reúnem em Linda-a-Velha, Oeiras.

Gelson Martins foi chamado pela primeira vez à seleção portuguesa, numa convocatória em que se regista o regresso do 'capitão' Cristiano Ronaldo, depois de uma lesão o ter afastado do arranque da qualificação para o próximo Campeonato do Mundo.

O extremo do Sporting, que tem estado em evidência no arranque de época, e o avançado do Real Madrid, que não esteve na derrota na Suíça (2-0) no primeiro jogo do Grupo B, integram agora as opções de Fernando Santos para a receção a Andorra, a 07 de outubro, e a visita às Ilhas Faroé, no dia 10. Entre os 24 convocados, regista-se também o regresso do defesa esquerdo Antunes, do Dínamo de Kiev.

Os jogadores da seleção nacional terão de se apresentar numa unidade hoteleira de Linda-a-Velha até às 22:00, sendo que o primeiro treino está agendado para terça-feira, na Cidade do Futebol, em Oeiras, ainda em hora a revelar.

Lusa

  • Seca agrava prejuízos agrícolas no Alentejo
    2:11
  • Al Gore e Garry Kasparov vão estar na Web Summit

    Web Summit

    Al Gore, antigo vice-Presidente dos Estados Unidos da América, Garry Kasparov, lendário jogador de xadrez, e Steve Huffman, o dirigente e cofundador da rede social Reddit são os novos nomes anunciados para a 2.ª Web Summit em Lisboa.

  • Estudantes universitários poderiam estar a pagar propinas mais baixas
    2:02

    País

    Os alunos universtários poderiam estar a pagar propinas mais baixas do que pagam atualmente. A situação foi denunciada pela Federação Académica do Porto, que diz que os estudantes estão a pagar cerca de 100 euros a mais do que deviam. O INE admite, num documento enviado ao Governo, que pode existir um método melhor para o cálculo destes valores.