sicnot

Perfil

Desporto

Conselho de Arbitragem reitera obrigatoriedade de árbitros reportarem pressões

O Conselho de Arbitragem (CA) de Federação Portuguesa de Futebol (FPF) reiterou esta terça-feira a obrigatoriedade dos árbitros reportarem quaisquer pressões que sejam alvo, numa mensagem enviada a todos os agentes do setor.

Após a reunião semanal e um dia depois de uma denúncia do Sporting, o órgão presidido por José Fontelas Gomes solicitou a árbitros, árbitros assistentes, observadores e demais agentes de arbitragem que denunciem quaisquer situações que possam danificar a boa imagem do setor ou limitem a sua liberdade de ação.

Contactada pela agência Lusa, fonte do CA da FPF confirmou o enviou do email, sem revelar o conteúdo do mesmo.

Na segunda-feira, o Sporting, na página do seu departamento de comunicação no Facebook, deu conta de algumas "pressões" feitas a agentes da arbitragem.

"Temos recebido relatos de que elementos ligados à arbitragem começam a ser ameaçados de poder perder os seus trabalhos fora do futebol se as coisas não voltarem ao que eram. Estas pressões estarão a ser feitas pelos próprios patrões e/ou superiores hierárquicos. A estar a suceder é absolutamente execrável e nós estaremos atentos, denunciando toda e qualquer situação. Não vão conseguir parar a mudança fundamental no futebol!", lê-se na mensagem leonina.

Lusa

  • O fim do julgamento do caso BPN, seis anos depois
    2:26

    País

    O antigo presidente do BPN José Oliveira Costa tentou adiar o fim do julgamento principal do caso com um recurso para o Tribunal Constitucional. Apesar disso, a leitura do acórdão continua marcada para esta quarta-feira, quase seis anos e meio depois de os 15 arguidos se terem sentado pela primeira vez no banco dos réus.

  • José Oliveira Costa, o rosto do buraco financeiro do BPN
    3:04

    País

    José Oliveira Costa foi o homem forte do BPN durante 10 anos e tornou-se o rosto do gigantesco buraco financeiro. Manteve-se em silêncio durante todo o julgamento, mas falou aos deputados da comissão de inquérito, para negar qualquer envolvimento no escândalo que fez ruir o BPN.

  • Saída do Procedimento por Défice Excessivo marca debate no Parlamento
    1:40
  • Filhos tentam anular casamento de pai de 101 anos

    País

    O casamento de um homem de 101 anos com uma mulher com metade da idade, em Bragança, está a ser contestado judicialmente pelos filhos do idoso, que acusam aquela que era empregada da família de querer ser herdeira.