sicnot

Perfil

Desporto

Conselho de Arbitragem reitera obrigatoriedade de árbitros reportarem pressões

O Conselho de Arbitragem (CA) de Federação Portuguesa de Futebol (FPF) reiterou esta terça-feira a obrigatoriedade dos árbitros reportarem quaisquer pressões que sejam alvo, numa mensagem enviada a todos os agentes do setor.

Após a reunião semanal e um dia depois de uma denúncia do Sporting, o órgão presidido por José Fontelas Gomes solicitou a árbitros, árbitros assistentes, observadores e demais agentes de arbitragem que denunciem quaisquer situações que possam danificar a boa imagem do setor ou limitem a sua liberdade de ação.

Contactada pela agência Lusa, fonte do CA da FPF confirmou o enviou do email, sem revelar o conteúdo do mesmo.

Na segunda-feira, o Sporting, na página do seu departamento de comunicação no Facebook, deu conta de algumas "pressões" feitas a agentes da arbitragem.

"Temos recebido relatos de que elementos ligados à arbitragem começam a ser ameaçados de poder perder os seus trabalhos fora do futebol se as coisas não voltarem ao que eram. Estas pressões estarão a ser feitas pelos próprios patrões e/ou superiores hierárquicos. A estar a suceder é absolutamente execrável e nós estaremos atentos, denunciando toda e qualquer situação. Não vão conseguir parar a mudança fundamental no futebol!", lê-se na mensagem leonina.

Lusa

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.