sicnot

Perfil

Desporto

Gijón condena e defende guarda-redes que insultou jornalista

O Sporting de Gijón condenou esta terça-feira os insultos do seu guarda-redes Iván Cuéllar a um jornalista, embora reconheça ao futebolista o direito de retificar uma notícia quanto ao seu alegado comportamento provocatório a adeptos do Deportivo.

"Condenamos as palavras e a forma como se expressou, mas por outro lado também lhe manifestamos o nosso total apoio quanto ao direito de réplica e retificação que lhe assiste", disse um conselheiro do clube.

Cuéllar insultou violentamente um jornalista por discordar de notícia publicada no meio digital em que trabalha, na Corunha, em que dizia que o futebolista teria provocado os adeptos ao sair do autocarro, quando, afinal, o seu olhar sério visava um adepto que estaria a ter um problema de saúde.

O dirigente lembrou que a reação do guarda-redes "não é o livro de estilo do Gijón" e lamentou os "danos de imagem" que o clube sofreu, revelando que já houve uma conversa com o atleta quanto ao facto.

Lusa

  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Dono de fábrica que ardeu na Anadia diz que produção não vai ser afetada
    2:04
  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Tragédia em Vila Nova da Rainha aconteceu há uma semana
    7:18
  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52