sicnot

Perfil

Desporto

Antigo campeão olímpico austríaco acusado de abuso sexual de menores

O antigo judoca austríaco Peter Seisenbacher, medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de 1984 e 1988, na categoria de -86 kg, foi formalmente acusado esta quarta-feira de abusar sexualmente de duas meninas de quem era treinador.

Os alegados factos remontam a um período compreendido entre o final dos anos 1990 e o início dos anos 2000 e envolvem duas meninas, menores de 14 anos, que Seisenbache, hoje com 56 anos, treinava.

De acordo com a procuradoria de Viena, um das vítimas, que inicialmente tinha 11 anos, sofreu abusos durante três anos.

O antigo judoca, o primeiro a defender com sucesso o título olímpico, terá também de responder judicialmente por uma alegada tentativa de abuso sexual de uma terceira criança.

A acusação foi formalmente apresentada esta quarta-feira, depois de três anos de inquérito, resultantes da denúncia das duas alegadas vítimas, hoje adultas.

Peter Seisenbacher recusou comentar as acusações de que está a ser alvo.

Lusa

  • Marcelo na peregrinação de Nossa Senhora de Fátima no Luxemburgo

    Mundo

    O Presidente da República participou esta quinta-feira, a título privado, na peregrinação em honra de Nossa Senhora de Fátima, na cidade luxemburguesa de Wiltz. Milhares de portugueses receberam Marcelo Rebelo de Sousa, que assistiu à missa e, durante alguns minutos, participou na procissão.

  • Trump empurra líder do Montenegro para ficar à frente na fotografia

    Mundo

    A reunião de líderes dos Estados-membros da NATO, que decorreu esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, ficou marcada por um momento insólito em que o Presidente norte-americano não quis abdicar de ficar no melhor plano possível nas fotografias de grupo. Nem que para isso tenha sido necessário empurar o líder de outro país.

  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.