sicnot

Perfil

Desporto

Alexander Hleb reconhece que se enganou ao trocar o Arsenal pelo Barcelona

O futebolista bielorrusso Alexander Hleb, do BATE Borisov, reconheceu esta quinta-feira que se enganou quando trocou o Arsenal, clube que representou durante três anos, pelo FC Barcelona em 2009.

"Se não tivesse tomado a decisão que tomei, poderia ter jogado num clube de topo por mais cinco anos", confessou o médio.

Hleb, de 35 anos, afirmou que viveu um dos melhores momentos da sua carreira no Arsenal.

"Arrependo-me de ter saído do Arsenal. Arsene Wenger era como um pai e confiava em mim", reconheceu o médio, que assinou pelos catalães em 2008, por 17 milhões de euros.

No entanto, o bielorrusso afirmou que "o FC Barcelona era, e continua a ser, o maior clube".

Apesar de ter jogado poucos minutos pelo Barça, Hleb não culpa o atual treinador do Manchester City, Pep Guardiola, na altura técnico dos catalães, pela falta de minutos, mas disse que "deveria ter sido mais profissional".

Depois de jogar pelo FC Barcelona durante um ano, Hleb passou por equipas como o Estugarda (Alemanha), Birmingham City (Inglaterra), Wolfsburgo (Alemanha), Krylya Sovetov (Rússia), Gençlerbirligi (Turquia) e Konyaspor (Turquia), estando atualmente a defender as cores do BATE Borisov.

Lusa

  • Rui Santos revela novos e-mails que envolvem o Benfica
    1:52

    Desporto

    No programa da SIC Notícias Tempo Extra, Rui Santos revelou esta terça-feira que um blogue associado ao Benfica partilhou informação privilegiada da APAF (Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol) com várias figuras do clube da Luz.

  • O último adeus às vítimas da tragédia de Vila Nova da Rainha
    1:37

    País

    As cerimónias fúnebres das oito vítimas mortais do incêndio na Associação de Vila Nova da Rainha realizaram-se esta terça-feira. Três delas ocorreram em simultâneo na povoação do concelho de Tondela que, no passado sábado, viu a tragédia bater-lhe à porta.

  • Fóssil humano mais antigo encontrado em Portugal entregue ao Museu de Arqueologia
    3:42

    País

    O mais antigo fóssil humano até hoje encontrado em Portugal, o "Crânio da Aroeira", foi entregue no Museu Nacional de Arqueologia, em Lisboa. Em 2014, o fóssil foi encontrado pela equipa do arqueólogo João Zilhão perto de Torres Novas e foi restaurado e estudado na Universidade Complutense de Madrid, durante dois anos e meio.

  • De "lambe rabos" a "labrego", a polémica entre Rodolfo Reis e Bruno de Carvalho
    1:30
  • O Futuro Hoje na maior feira eletrónica de consumo do mundo
    5:14