sicnot

Perfil

Desporto

Alexander Hleb reconhece que se enganou ao trocar o Arsenal pelo Barcelona

O futebolista bielorrusso Alexander Hleb, do BATE Borisov, reconheceu esta quinta-feira que se enganou quando trocou o Arsenal, clube que representou durante três anos, pelo FC Barcelona em 2009.

"Se não tivesse tomado a decisão que tomei, poderia ter jogado num clube de topo por mais cinco anos", confessou o médio.

Hleb, de 35 anos, afirmou que viveu um dos melhores momentos da sua carreira no Arsenal.

"Arrependo-me de ter saído do Arsenal. Arsene Wenger era como um pai e confiava em mim", reconheceu o médio, que assinou pelos catalães em 2008, por 17 milhões de euros.

No entanto, o bielorrusso afirmou que "o FC Barcelona era, e continua a ser, o maior clube".

Apesar de ter jogado poucos minutos pelo Barça, Hleb não culpa o atual treinador do Manchester City, Pep Guardiola, na altura técnico dos catalães, pela falta de minutos, mas disse que "deveria ter sido mais profissional".

Depois de jogar pelo FC Barcelona durante um ano, Hleb passou por equipas como o Estugarda (Alemanha), Birmingham City (Inglaterra), Wolfsburgo (Alemanha), Krylya Sovetov (Rússia), Gençlerbirligi (Turquia) e Konyaspor (Turquia), estando atualmente a defender as cores do BATE Borisov.

Lusa

  • Os likes dos candidatos às autárquicas no Facebook
    4:00

    Autárquicas 2017

    Se há mais de 5 milhões de portugueses no Facebook, é natural que as autárquicas também passem pela rede social mais usada no país e no mundo. A SIC apresenta-lhe os 10 candidatos cujas páginas têm mais seguidores e, para a comparação ser mais justa, os que têm mais seguidores em Portugal - porque há também quem estranhamente tenha milhares de fãs em países como Egito, Filipinas ou Vietname.

  • Sondagem prevê vitória de Basílio em Sintra e de Bernardino em Loures
    3:03
  • Icebergue com 5.800 quilómetros quadrados está a deslocar-se na Antártida

    Mundo

    Um icebergue gigante está a deslocar-se na Antártida em direção ao mar de Weddell segundo as imagens de satélite reveladas. Trata-se do A68, um icebergue quatro vezes maior que a cidade de Londres. Com cerca de 5.800 quilómetros quadrados e triliões de toneladas, A68 é um dos maiores icebergues conhecidos.