sicnot

Perfil

Desporto

FC Porto ainda sem Corona e internacionais prepara jogo da Taça

O FC Porto voltou a treinar hoje sem Corona, a recuperar de lesão, e seis futebolistas ao serviço das respetivas seleções, em mais uma sessão de preparação para o jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal.

O extremo mexicano Corona realizou tratamento e fez trabalho de ginásio, e Danilo, André Silva, Rúben Neves, Diogo Jota, Óliver Torres e Brahimi continuam nas seleções, contando o FC Porto com 19 jogadores na sessão de hoje.

Na sexta-feira, a equipa portista tem novo treino, agendado para as 10:00, no Olival, com os primeiros 15 minutos abertos à comunicação social.

O jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal de futebol, entre o Gafanha e o FC Porto, foi antecipado para as 20:15 de 15 de outubro.

O desafio, que vai ser disputado em casa emprestada, no Estádio Municipal de Aveiro, disputa-se um dia antes do previsto, em função dos portistas terem compromissos na Liga dos Campeões, a 18, na Bélgica, frente ao Brugge.

Lusa

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.