sicnot

Perfil

Desporto

Pizzi e Nani presentes no último treino antes do jogo com Andorra

© Lusa

A seleção portuguesa de futebol realizou esta quinta-feira o último treino antes do duelo de sexta-feira com Andorra, do Grupo B de qualificação para o Mundial 2018. Nani trabalhou à parte dos restantes colegas de equipa, incluindo Pizzi.

O médio do Benfica foi na quarta-feira chamado aos trabalhos da formação lusa, depois do selecionador Fernando Santos ter tido a confirmação que Nani não está em condições de atuar na sexta-feira, em Aveiro, em jogo da segunda jornada do Grupo B.

Na Cidade do Futebol, em Oeiras, a presença Pizzi foi o destaque do treino, assim como Nani que, depois de dois dias a fazer recuperação no ginásio, subiu ao relvado e esteve a trabalhar com um dos fisioterapeutas da seleção nacional, à parte da restante equipa.

Nos primeiros 15 minutos, que foram abertos à comunicação social, os 20 jogadores de campo e os três guarda-redes efetuaram os habituais exercícios de aquecimento, primeiro sem bola e depois já com a presença do esférico.

No final do treino, pelas 12:00, o selecionador Fernando Santos fala aos jornalistas na conferência de imprensa de antevisão do duelo com Andorra. Depois de almoço, às 16:30, a comitiva lusa viaja para Aveiro.

Na sexta-feira, antes do apito inicial, vai ser cumprido um minuto de silêncio em memória do ex-futebolista e ex-treinador Mário Wilson, que morreu na segunda-feira aos 86 anos.

De acordo com a Federação Portuguesa de Futebol, já foram vendidos pouco mais de 20 mil bilhetes para assistir ao vivo ao Portugal-Andorra, no Estádio Municipal de Aveiro, recinto que tem capacidade para cerca de 30 mil adeptos.

O encontro está agendado para as 19:45 e terá arbitragem do austríaco Oliver Drachta.

Portugal iniciou a qualificação para a fase final do Campeonato do Mundo de 2018, que se vai realizar na Rússia, com uma derrota frente à Suíça, por 2-0, em Basileia.

Lusa

  • Manuel Delgado demitiu-se devido a "grave violação da privacidade"

    País

    O ex-secretário de Estado da Saúde diz que apresentou a demissão para "não perturbar nem criar qualquer tipo de embaraço ao normal funcionamento do Governo". Num comunicado, Manuel Delgado esclarece que foi remunerado pelo trabalho de consultor na Raríssimas "muito antes" da entrada no Governo e acrescenta que respeitou na íntegra todo o quadro legal e ético.

  • O que vai mudar nos recibos verdes
    2:55

    Economia

    Os trabalhadores independentes vão descontar menos para a Segurança Social já no próximo ano. A taxa vai descer dos 29,6% por cento para os 21,4%. A descida será compensada por um aumento das contribuições pagas pelos patrões. Há também alterações em caso de desemprego e o subsídio de doença passa a ser pago ao fim de 10 dias em vez de 31.

  • Tripulantes da TAP acusam companhia de desrespeitar compromissos
    3:16

    Economia

    O Sindicato que representa os tripulantes da TAP acusa a empresa de estar a violar a lei. A companhia aérea portuguesa denunciou unilateralmente o acordo de empresa com os tripulantes e apresentou novas condições, que o sindicato considera indignas. Diz que os tripulantes fizeram esforços pela companhia no verão e que agora estão a ser desrespeitados.

  • Uma "Árvore da Esperança" pelas vítimas dos fogos
    2:01
  • Bebé nasce com coração fora do peito e sobrevive
    2:06
  • Zapatou volta a eleger os melhores vídeos da internet
    6:28