sicnot

Perfil

Desporto

Selecionador de Andorra pede concentração contra um Portugal muito forte

O selecionador de Andorra, Koldo Álvarez, destacou esta quinta-feira, em Aveiro, a qualidade ofensiva da equipa portuguesa e pediu muita concentração aos seus jogadores no jogo de qualificação para o Mundial2018, na sexta-feira.

"Pará-los será muito complicado. Sabemos que vamos sofrer, mas temos de estar concentrados em todas as fases do jogo", sublinhou Koldo Álvarez, que falava durante a conferência de imprensa de antevisão do jogo do Grupo B com Portugal, que se realiza na sexta-feira, no Estádio Municipal de Aveiro.

Para o selecionador andorrano, os seus jogadores terão de ser "bravos" na defesa e "mentalmente fortes" durante os 90 minutos, face a uma seleção portuguesa com "muita qualidade técnica" e com jogadores "com muito potencial ofensivo".

Aquele que também foi guarda-redes da seleção andorrana sublinhou que a equipa terá de ter muita atenção à capacidade e velocidade com que Portugal sai da defesa para o ataque.

Apesar de sublinhar as qualidades de Cristiano Ronaldo - jogador que "é sinónimo de golo" - Koldo Álvarez vincou que a sua equipa não se poderá concentrar apenas no jogador do Real Madrid.

"Se nos fixarmos só no Cristiano, vamos sofrer", notou o selecionador, que confia na sua equipa.

Já Marc Vales, jogador a atuar no finlandês SJK, afirmou aos jornalistas que a equipa espera um Portugal "motivado" e com "vontade de somar os seus três primeiros pontos" e, por isso, "talvez um pouco nervosos".

Para o defesa andorrano, a sua seleção terá de "seguir a boa linha do jogo com a Letónia", contra quem perderam por 1-0.

"Tentar pontuar será um bom resultado, mas sabemos qual a seleção que vamos estar a defrontar", admitiu Marc Vales, sublinhando que Portugal "não é só Ronaldo: é um 'onze' muito forte".

Andorra defronta a seleção portuguesa na sexta-feira, no Estádio Municipal de Aveiro, em jogo de qualificação para o Mundial2018 de futebol, que se vai realizar na Rússia.

O encontro está agendado para as 19:45 e terá arbitragem do austríaco Oliver Drachta.

Portugal iniciou a qualificação com uma derrota frente à Suíça, por 2-0, em Basileia, enquanto Andorra foi batida em casa pela Letónia (1-0), ocupando ambas as últimas posições do grupo, sem pontos. Suíços e letões comandam, com três, seguidos de Hungria e Ilhas Faroé, ambas com um.

Até ao momento, aquele que é um dos mais pequenos países a participar em jogos oficiais da FIFA (cerca de 70 mil habitantes), apenas registou uma vitória nas cinco participações em jogos de qualificação para o Mundial - foi admitida pela federação internacional em 1996. Essa vitória ocorreu em 2004, contra a Macedónia.

Lusa

  • Escritor e filólogo Frederico Lourenço distinguido com o Prémio Pessoa 2016

    Cultura

    O escritor, tradutor, professor universitário Frederico Lourenço foi distinguido com o Prémio Pessoa 2016. O anúncio foi feito hoje pelo presidente do júri, Francisco Pinto Balsemão, no Palácio de Seteais, em Sintra, sublinhando que a atividade de Frederico Lourenço tem como "traço singular" ter oferecido "à língua portuguesa as grandes obras de literatura clássica".

  • Governo garante que Portugal não desperdiçou nenhum fundo de ajuda alimentar
    1:18

    País

    O ministro da Solidariedade e Segurança Social garante que Portugal não desperdiçou nenhum fundo europeu de ajuda alimentar. Vieira da Silva respondeu, esta manhã, à notícia avançada pelo Jornal de Notícias que dava conta de que, este ano, o país teria desperdiçado 28 milhões de euros de um fundo europeu porque o programa ainda não está operacional. O ministro garante que o programa vai ser executado em 2017 e que este ano serviu para tomar medidas no sentido dessa implementação. Vieira da Silva assegura também que o montante disponível para o programa não foi desperdiçado e vai poder ser usado.

  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01
  • Explosão no Cairo faz seis mortos

    Mundo

    Seis pessoas morreram hoje numa explosão junto a um posto de controlo da polícia no Cairo, indicaram os meios de comunicação social e responsáveis egípcios.