sicnot

Perfil

Desporto

Justiça espanhola requer continuação de processo a Neymar por corrupção e fraude

A Procuradoria espanhola requereu esta sexta-feira à justiça que processe Neymar, o seu pai, o ex-presidente do FC Barcelona Sandro Rosell, o clube catalão e o Santos por delitos de corrupção no negócio envolvendo a transferência do futebolista brasileiro

Em causa está uma queixa apresentada pelo fundo de investimento DIS, que detinha 40 por cento dos direitos de Neymar e que se considera lesado no processo de transferência do internacional brasileiro do Santos para o FC Barcelona.

O 'Barça', bicampeão espanhol, anunciou que a transferência do avançado brasileiro, realizada em maio de 2013, custou 57,1 milhões de euros, mas, depois de uma investigação da justiça espanhola, admitiu que a operação ascendeu, pelo menos, a 83,3 ME.

O fundo de investimento brasileiro argumenta, por isso, que lhe cabe uma parte da diferença entre o valor inicialmente declarado e o valor real que o FC Barcelona assumiu posteriormente, acusando os intervenientes de fraude e corrupção.

Além de Neymar, o DIS acusou mais nove pessoas de estarem envolvidas no processo, entre as quais o pai e a mãe do futebolista brasileiro, o atual presidente do FC Barcelona, Josep Maria Bartomeu, e o seu antecessor, Sandro Rosell.

Em julho, o juiz da Audiência Nacional de Madrid, titular do processo, considerou que a conduta de Neymar denunciada pelo fundo de investimento DIS poderá ter repercussão "desportiva, ética e disciplinar", mas sem enquadramento nos crimes de corrupção e fraude.

No entanto, a Procuradoria espanhola decidiu recorrer com base no conhecimento que o jogador e o pai teriam das irregularidades, recurso que foi entretanto deferido.

No final de setembro, a justiça espanhola reabriu o processo contra o futebolista brasileiro, indiciado dos crimes de corrupção e fraude.

Lusa

  • Madrid suspende governo regional da Catalunha

    Mundo

    O chefe do Governo espanhol anunciou hoje que decidiu acionar o artigo 155º da Constituição espanhola e pedir ao Senado a suspensão das funções do governo regional da Catalunha. Em conferência de imprensa justificou a adoção das medidas dada a "desobediência rebelde, sistemática e consciente" do Governo regional (Generalitat).

    Em atualização

  • Manifestações contra os incêndios um pouco por todo o país
    1:33

    País

    Estão marcadas para esta tarde várias manifestações contra os incêndios e as políticas florestais, mas também de homenagem às vítimas dos fogos que arrasaram o país. As iniciativas de protesto são quase todas organizadas através das redes sociais e por grupos de cidadãos.

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.