sicnot

Perfil

Desporto

Rafael Reis é o ciclista do ano em Portugal

Rafael Reis (W52-FC Porto) é o ciclista do ano em Portugal, com a W52-FC Porto a ser novamente a melhor equipa, anunciou esta sexta-feira a Federação Portuguesa de Ciclismo.

Rafael Reis (W52-FC Porto) terminou a época de 2016 como vencedor do Ranking Ciclista do Ano, que premeia o corredor mais regular do pelotão português, sucedendo no historial ao seu colega de equipa, o espanhol Gustavo Veloso.

O ciclista de Palmela, de 24 anos, fechou a época com 732 pontos, os mesmos que o compatriota Joni Brandão, mas bateu o corredor da Efapel por ser o mais vitorioso do pelotão luso, com oito triunfos.

O terceiro do 'ranking' foi Gustavo Veloso (W52-FC Porto), segundo classificado da Volta a Portugal, que ficou a seis pontos dos dois portugueses.

Ivo Oliveira (Liberty Seguros-Carglass), 29.º classificado, foi o Jovem Ciclista do Ano, por ser o sub-23 mais pontuado no final da temporada.

A W52-FC Porto ganhou folgadamente o Ranking Equipa do Ano, tendo amealhado 2.854 pontos. A Efapel foi segunda, com 1.849, e o Louletano-Hospital de Loulé fechou o pódio, com 1.125.

Lusa

  • "A nossa lei tem demasiados buracos"
    0:44

    País

    Rui Cardoso acusa a classe política de não querer resolver os problemas da corrupção em Portugal. Entrevistado na Edição da Noite da SIC Notícias o magistrado do Ministério Público considera que ainda há um longo caminho a percorrer no combate à corrupção.

  • Beyoncé e a irmã caem e o vídeo torna-se viral

    Cultura

    Beyoncé voltou este fim de semana a subir ao palco do Coachella, depois de ter atuado na primeira semana do festival que decorreu no deserto da Califórnia, nos EUA. A cantora norte-americana voltou a brilhar, mas foi o momento em que caiu no palco com a irmã, Solange, que acabou por se tornar viral.

    SIC

  • Cientistas querem sequenciar genomas de 15 milhões de espécies

    Mundo

    Um consórcio internacional de cientistas, que por enquanto não inclui portugueses, propõe-se sequenciar, catalogar e analisar os genomas (conjuntos de informação genética) de 15 milhões de espécies, uma tarefa que levará dez anos a fazer, foi divulgado esta segunda-feira.