sicnot

Perfil

Desporto

FC Barcelona prevê um novo máximo em receitas

O FC Barcelona, bicampeão espanhol de futebol, revelou esta quarta-feira que as receitas do clube em 2016/17 poderão atingir um recorde de 695 milhões de euros, um aumento de 2% face à época anterior previsto no orçamento.

Em comunicado, o clube da Catalunha justificou este crescimento económico, sobretudo, com o novo sistema de direitos televisivos, decorrente da centralização das transmissões do campeonato espanhol, uma novidade.

O FC Barcelona explica ainda que o crescimento também está relacionado com o marketing, nomeadamente a estratégia de "posicionamento e internacionalização da marca" do clube, que recentemente abriu instalações em Nova Iorque.

O emblema blaugrana informou ainda que o orçamento será apresentado e votado pelos sócios na próxima assembleia geral, a 29 de outubro.

Nos últimos meses, o presidente do bicampeão espanhol, Josep Maria Bartolomeu, exprimiu, por diversas vezes, o desejo de o clube ser o primeiro a ultrapassar a fasquia de mil milhões de euros de receitas em exercícios financeiros até 2021.

A faturação anual do FC Barcelona na época transata atingiu os 679 milhões de euros.

Lusa

  • Coreia do Norte lança novo míssil balístico

    Mundo

    O Pentágono detetou esta sexta-feira mais um lançamento de um míssil balístico por parte da Coreia do Norte. O primeiro-ministro japonês já confirmou o lançamento, que terá atingido a zona económica exclusiva, no Mar do Japão.

  • Menino perdido na Praia da Luz foi levado à GNR por turista
    1:11

    País

    Um menino inglês, de sete anos, esteve desaparecido na quinta-feira na Praia da Luz, no Algarve, depois de se ter perdido dos pais. A GNR colocou duas equipas de investigação no local, mas ao fim de uma hora e meia o rapaz apareceu na esquadra de Lagos acompanhado por um turista a quem terá pedido ajuda.

  • Mais viagens mas menos turistas de Portugal
    1:22

    País

    Os residentes em Portugal - sejam portugueses ou estrangeiros - realizaram quatro milhões de viagens turísticas, só no primeiro trimestre do ano. Um aumento de mais de 6% nas viagens dentro do país face ao período homólogo e de mais de 15% nas viagens para fora, de avião. O estudo é do INE, o Instituto Nacional de Estatística, que permite fazer o retrato mais claro de quem viaja e porquê.

  • Algarve sozinho gera metade dos bens transacionáveis em Portugal
    4:14

    SIC 25 Anos

    O Algarve quase não tem indústria e os especialistas consideram que é excessivamente dependente do turismo. Ainda assim, sozinho contribui com metade do que Portugal gera em bens transacionáveis. A região tem problemas graves, como a falta de médicos e um custo de vida muito alto, mas continua a atrair a maior parte dos turistas e muitos estrangeiros decidem mesmo escolher a região para viver.