sicnot

Perfil

Desporto

Miguel Oliveira tem autorização médica para participar no GP Japão em Moto2

Miguel Oliveira em Moto3

© Reuters

O piloto português Miguel Oliveira foi hoje autorizado a participar na ronda japonesa do Mundial de Moto2 de motociclismo, que se realiza este fim de semana em Motegi, depois de considerado apto pela comissão medica de MotoGP.

Miguel Oliveira, que fraturou uma clavícula no Grande Prémio de Aragão (Espanha), recebeu autorização para poder participar no GP do Japão, a primeira das três provas da ronda asiática do mundial, depois de observado pelos médicos.

O corredor luso estará na sexta-feira em pista aos comandos da Kalex da Leopard Racing para enfrentar as duas primeiras sessões de treinos livres da prova nipónica, que marca o arranque de uma fase final de campeonato com muitas corridas, quatro etapas em apenas cinco semanas.

"Passaram duas semanas desde que fui operado e a recuperação tem corrido bastante bem", referiu na quarta-feira o piloto, admitindo encontrar-se algo condicionado, devido ao facto de não se ter podido exercitar, mas motivado.

O piloto português, que este ano ingressou na categoria Moto2, depois de ter sido vice-campeão do mundo em Moto3, ocupa a 19.ª posição da classificação geral do Mundial do escalão intermédio de MotoGP.

Lusa

  • Suspeito de atropelamento mortal fala de acidente 
    2:00
  • Autoridades garantem ter evitado novo ataque terrorista em Londres
    0:59

    Mundo

    A polícia britânica garante que evitou um novo atentado em Londres. Mulher baleada faz parte das oito pessoas que foram detidas numa operação antiterrorista na capital britânica e no sul de Inglaterra. A operação realizou-se após a detenção de um homem com três facas, nas imediações do Parlamento britânico.

  • Presidente da Macedónia convocou reunião de emergência

    Mundo

    O Presidente da Macedónia, Gjorge Ivanov, convocou esta sexta-feira uma reunião de emergência com líderes políticos, após manifestantes, maioritariamente apoiantes da maioria conservadora, invadirem o Parlamento e atacarem deputados da oposição, fazendo 77 feridos.

  • Polícia espanhola divulga imagens de operação anti-jihadista

    Mundo

    A polícia espanhola divulgou esta sexta-feira novas imagens da operação anti-jihadista levada a cabo na terça-feira em Barcelona. Sabe-se agora que dois dos nove suspeitos detidos podem estar relacionados com a célula terrorista de Bruxelas, responsável pelos ataques no Aeroporto de Zaventem e no metro da capital belga.