sicnot

Perfil

Desporto

Manchester City tropeça em casa e é apanhado pelo Arsenal na liderança

© Reuters Staff / Reuters

O Arsenal apanhou este sábado o Manchester City no topo da Liga inglesa de futebol, ao vencer o Swansea por sofrido 3-2 e beneficiar do empate 1-1 concedido na receção ao Everton pelos citizens, que falharam duas grandes penalidades.

O avançado Theo Walcott deixou o encontro da oitava jornada da prova bem encaminhado para os londrinos, ao bisar aos 26 e 33 minutos, mas o penúltimo classificado empatou ainda antes do intervalo, aos 38, com um golo do médio islandês Gylfi Sigurdsson.

O médio alemão Mesut Özil repôs aos 57 minutos a vantagem de dois tentos para os anfitriões, que, no entanto, acabaram a partida em sérias dificuldades, na sequência do golo do espanhol Borja Baston, aos 66, e da expulsão do suíço Granit Xhaka, aos 70.

Ainda assim, os gunners seguraram a magra vantagem e igualaram o City no primeiro lugar, depois de a equipa de Manchester ter empatado 1-1 com o Everton, muito por culpa do guarda-redes holandês Maarten Stekelenburg, que defendeu os penáltis marcados pelo belga Kevin De Bruyne, aos 43 minutos, e o argentino Sergio Aguero, aos 70.

O espanhol Nolito, antigo jogador do Benfica, foi o único que conseguiu encontrar a fórmula para bater Stekelenburg, aos 72, um minuto depois de ter entrado para o lugar do alemão Sané, mas o golo do avançado foi insuficiente para evitar a perda dos primeiros pontos em casa, uma vez que o belga Romelu Lukaku já tinha colocado o Everton na frente, aos 64.

O Tottenham não só desaproveitou a possibilidade de se isolar no comando, como caiu para o terceiro lugar, a um ponto do duo de líderes, ao empatar 1-1 no estádio do West Bromwich, graças a um golo tardio de Dele Alli, aos 89 minutos, pouco depois de Nacer Chadli ter inaugurado o marcador, aos 82.

O Leicester, campeão em exercício e adversário do FC Porto na Liga dos Campeões, perdeu na abertura da ronda por contundente 3-0 com o Chelsea, que beneficiou do acerto dos seus avançados, o espanhol Diego Costa e o belga Eden Hazard, autores dos primeiros dois golos, aos sete e 33 minutos.

Os anfitriões, que fecharam a contagem aos 80 minutos, por intermédio do avançado nigeriano Victor Moses, subiram ao quinto lugar da prova, em igualdade com o Liverpool, que tem menos um jogo realizado, ambos a três pontos do Manchester City e do Arsenal.

O Leicester, que no último encontro do Grupo G da Liga dos Campeões venceu em casa o FC Porto por 1-0, caiu para o 13.º lugar, mas pode ainda ser ultrapassado por mais equipas quando se concluir a oitava ronda de uma prova que conquistou de forma sensacional há apenas alguns meses.

O Bournemouth obteve o resultado mais desnivelado da jornada até ao momento, ao golear o Hull City por 6-1, enquanto o Stoke City venceu em casa o lanterna-vermelha Sunderland por 2-0, com um 'bis' de Joe Allen.

Lusa

  • O dia que roubou dezenas de vidas em Pedrógrão Grande
    3:47
  • "Reforma da Proteção Civil esgotou prazo de validade"
    2:34

    Tragédia em Pedrógão Grande

    António Costa reconheceu esta quinta-feira que a reforma da Proteção Civil que liderou em 2006 está esgotada, e não pode dar resultados sem uma reforma da floresta. Na mesma altura, o ministro da Agricultura admitiu que os problemas já estavam identificados há uma década, sem explicar por que razão não foram atacados pelo Governo socialista da altura.

  • "De um primeiro-ministro esperam-se respostas, não perguntas"
    0:35

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Assunção Cristas acusa o ministro da Agricultura de ter deitado ao lixo a legislação do anterior Governo que poderia ser útil no combnate aos incêndios. O CDS exige uma responsabilização política pela tragédia de Pedrógão Grande, diz que há muito por esclarecer e por esse motivo entregou esta quinta-feira ao primeiro-ministro um conjunto de 25 perguntas.

  • "Estamos a ficar sem espaço. Está na hora de explorar outros sistemas solares"

    Mundo

    O físico e cientista britânico Stephen Hawking revelou alguns dos seus desejos para um novo plano de expansão espacial. Hawking está em Trondheim, na Noruega, para participar no Starmus Festival que promove a cultura científica. E foi lá que o físico admitiu que a população mundial está a ficar sem espaço na Terra e que "os únicos lugares disponíveis para irmos estão noutros planetas, noutros universos".

    SIC

  • Não posso usar calções... visto saias

    Mundo

    Perante a proibição de usar calções no emprego, um grupo de motoristas franceses adotou uma nova moda para combater o calor. Os trabalhadores decidiram trocar as calças por saias, visto que a peça de roupa é permitida no uniforme da empresa para a qual trabalham.

  • De refugiada a modelo: a história de Mari Malek

    Mundo

    Mari Malek chegou aos Estados Unidos da América quando era ainda uma criança. Chegada do Sudão do Sul, a menina era uma refugiada à procura de um futuro melhor, num país que não era o seu. Agora, anos depois, Mari Malek é modelo, DJ e atriz, e vive em Nova Iorque. Fundou uma organização sediada no país onde nasceu voltada para as crianças que passam por dificuldade, como também ela passou.