sicnot

Perfil

Desporto

UEFA quer compensar ligas mais pequenas com a reforma na Liga dos Campeões

O novo presidente da UEFA, o esloveno Aleksander Ceferin, garantiu que uma reforma da Liga dos Campeões de futebol que favoreça os grandes clubes será acompanhada com uma ajuda financeira às ligas de pequena e média dimensão.

© Alkis Konstantinidis / Reuter

Em entrevista ao diário esloveno Dvenik, publicada este sábado, Ceferin garantiu que os responsáveis da UEFA "farão certamente alguma coisa para ajudar financeiramente as ligas de pequena e média dimensão, talvez por intermédio de mais recursos financeiros".

No entanto, Ceferin, eleito em setembro, reiterou que nada ainda está definido sobre os novos moldes da Champions, que apontam para quatro vagas diretas na fase de grupos para Espanha, Inglaterra, Alemanha e Itália entre 2018 e 2021.

O projeto motivou acesas críticas da Associação das Ligas Europeias de Futebol Profissional (EPFL), que ameaçou entrar em rota de colisão com a UEFA caso avancem as alterações.

Apresentando-se como um "homem de diálogo", Ceferin pediu para não se tirarem "conclusões precipitadas", lembrando que já se encontrou com o presidente da EPFL, Lars-Christer Olsson.

"Ele viu que o diálogo tinha começado e que as coisas seriam tratadas de forma diferente", disse Ceferin, esperançado que possa convencer todos os representantes das pequenas e médias ligas.

Lusa

  • "O bom senso obriga a acordo para a estabilização do sistema financeiro"
    2:06

    Economia

    O Presidente da República disse esta quarta-feira que "o bom senso obriga a que todos estejam de acordo para a estabilização do sistema financeiro". Num aparente recado a Passos Coelho, Marcelo apelou a um consenso de regime e avisou que "não há prazer tático que justifique o desgaste" provocado pelas divisões atuais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.