sicnot

Perfil

Desporto

Michel Preud'Homme lamenta onda de baixas para receção ao FC Porto

"No último desafio tivemos dez baixas, sete por lesão e três por doença. Não é agradável. Agora recuperámos alguns jogadores, mas é uma pena não jogarmos a Liga dos Campeões nas condições ideais", queixou-se Preud'homme.

© Francois Lenoir / Reuters

O treinador do Club Brugge, Michel Preud'Homme, lamentouesta segunda-feira a onda de lesões, mas confia poder conquistar os primeiros pontos na Liga dos Campeões de futebol, na terça-feira, na receção ao FC Porto.

"No último desafio tivemos dez baixas, sete por lesão e três por doença. Não é agradável. Agora recuperámos alguns jogadores, mas é uma pena não jogarmos a Liga dos Campeões nas condições ideais", queixou-se.

Assegurando que "isto não é um lamento, mas apenas a realidade", o antigo guarda-redes do Benfica confia, no entanto, que "os 11 que entrarem em campo vão dar tudo", num grupo de trabalho que segue em sexto lugar no campeonato belga e que nestes dias recuperou Limbombe, Gedoz e Vormer.

Quanto ao FC Porto, assegura que "é sempre uma equipa muito forte", desvalorizando o facto de os 'dragões' terem apenas um ponto no grupo, no qual a sua equipa ainda não pontuou: o Leicester comanda com seis, seguido do Copenhaga com quatro.

"Neste momento, os resultados podem não ser os melhores, mas o FC Porto tem sempre grandes equipas. Vi os jogos com o Copenhaga e com o Leicester, que poderia ter ganho. Continua a ser um grande da Europa, até como se comporta no mercado, pois compra e vende jogadores sem se ressentir na qualidade", vincou.

O técnico do Brugge elogiou Iker Casillas, recordando que o titular da baliza do FC Porto "é um grande guarda-redes que já mostrou tudo, com o alto nível que apresentou no Real Madrid e agora no FC Porto".

Preud'Homme assumiu ainda o "prazer em encontrar uma equipa portuguesa" e recordou os sete anos no Benfica: "O reconhecimento que sempre tive em Portugal, e que ainda agora tenho, quando volto ao país ou encontro um português. Não me esqueceram, e isso é muito bom."

Club Brugge e FC Porto defrontam-se às 19:45 de terça-feira na Bélgica, em jogo da terceira jornada do grupo G da Liga dos Campeões, que será dirigido pelo italiano Paolo Tagliavento.

Lusa

  • FC Porto já partiu para a Bélgica
    0:50

    Desporto

    O FC Porto partiu esta manhã para a Bélgica. Defronta amanhã o Club Brugge, na terceira jornada do Grupo G da Liga dos Campeões. André André, Rúben Neves, Layún e Felipe estão de regresso aos convocados da equipa de Nuno Espírito Santo.

  • Rui Patrício confirmado no Wolverhampton

    Desporto

    O Wolverhampton anunciou esta segunda-feira a contratação do guarda-redes Rui Patrício, depois da rescisão com o Sporting. O guarda-redes da seleção nacional assinou contrato com o clube inglês por quatro épocas.

    SIC

  • Novo treinador do Sporting diz que mulheres não estão preparadas para falar de futebol
    1:23
  • Salto de Cristiano Ronaldo inspira dança afro-beat

    Desporto

    Uma música humorística afro-beat, publicada nas redes sociais e inspirada nos saltos de Cristiano Ronaldo quando marca golos, está a ser replicada na internet com dezenas de coreografias filmadas, muitas das quais em França.

  • Ronaldo no País dos Sovietes: As religiões praticadas na Rússia
    1:55
  • "Estamos a plantar fósforos"
    2:09

    Opinião

    O calor regressou esta segunda-feira em força e no terreno estiveram quase 1300 bombeiros a combater 70 fogos por todo o país. Depois da tragédia de Pedrógão Grande, o Presidente da República diz que a consciência do país mudou mas é preciso fazer mais. Já Miguel Sousa Tavares diz que o país está mais preparado para combater os incêndios do que alguma vez esteve. No entanto, o comentador da SIC diz que já foram plantados mais de "2500 hectares de eucaliptos" desde Pedrógão e que enquanto isso acontecer Portugal vai continuar a arder. 

    Miguel Sousa Tavares

  • Merkel tem duas semanas para negociar solução para crise migratória

    Mundo

    A chanceler alemã tem duas semanas para negociar com os parceiros europeus uma solução para a questão migratória e assim evitar uma crise política. O ultimato foi dado pelo CSU, o partido da Baviera que integra a coligação governamental. Ao contrário de Angela Merkel, defende uma política para os refugiados mais estrita.

  • Pai de Meghan Markle lamenta ser "nota de rodapé" no casamento real
    2:03
  • Quando as crianças fazem das suas... os pais é que pagam

    Mundo

    Quando as crianças fazem das suas, restam os pais para as castigar ou, em alguns casos, para sofrer as consequências desses atos. Quem o pode dizer é um casal norte-americano, que recebeu uma fatura de 132 mil dólares (cerca de 114 mil euros), depois de o filho ter derrubado uma estátua num centro comunitário.

    SIC