sicnot

Perfil

Desporto

Blanco gostava de mudar de adversário na repescagem

LUSA

O wild-card português Miguel Blanco ficou hoje satisfeito com a sua estreia no circuito mundial de surf, apesar de ter sido relegado pelo brasileiro Jadson André para a repescagem, na qual vai reencontrar o havaiano John John Florence.

"Foi um bom arranque. Infelizmente, não consegui passar a bateria, não fiquei em primeiro, mas acho que foi positivo, uma boa estreia, porque fiz o meu surf, boas pontuações. Faltou pouco e agora tenho de descansar e preparar a segunda ronda", afirmou o surfista luso, que foi batido por Jadson André, tal como o líder do ranking mundial.

André venceu o sexto heat do Meo Rip Curl Pro Portugal, com 13,20 pontos (6,67 e 6,53), contra 11, 17 (6,10 e 5,07) de Miguel Blanco e os 9,94 (4,67 e 5,27) de John John Florence, que vão reencontrar-se na repescagem.

"Era divertido surfar com outra pessoa, já surfei com este no primeiro heat, mas é quem for, não interessa, vou apenas focar-me no meu surf e espero que estejam altos tubos", frisou Blanco.

Além de Jadson André, estão também já qualificados para a terceira ronda o português Frederico Morais, o australiano Kai Otton, vencedor em Peniche em 2013, o norte-americano Kolohe Andino e os brasileiros Miguel Pupo e Wiggolly Dantas.

O período de espera do Meo Rip Curl Pro Portugal começou hoje e termina a 29 de outubro.

Lusa

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.