sicnot

Perfil

Desporto

Blanco gostava de mudar de adversário na repescagem

LUSA

O wild-card português Miguel Blanco ficou hoje satisfeito com a sua estreia no circuito mundial de surf, apesar de ter sido relegado pelo brasileiro Jadson André para a repescagem, na qual vai reencontrar o havaiano John John Florence.

"Foi um bom arranque. Infelizmente, não consegui passar a bateria, não fiquei em primeiro, mas acho que foi positivo, uma boa estreia, porque fiz o meu surf, boas pontuações. Faltou pouco e agora tenho de descansar e preparar a segunda ronda", afirmou o surfista luso, que foi batido por Jadson André, tal como o líder do ranking mundial.

André venceu o sexto heat do Meo Rip Curl Pro Portugal, com 13,20 pontos (6,67 e 6,53), contra 11, 17 (6,10 e 5,07) de Miguel Blanco e os 9,94 (4,67 e 5,27) de John John Florence, que vão reencontrar-se na repescagem.

"Era divertido surfar com outra pessoa, já surfei com este no primeiro heat, mas é quem for, não interessa, vou apenas focar-me no meu surf e espero que estejam altos tubos", frisou Blanco.

Além de Jadson André, estão também já qualificados para a terceira ronda o português Frederico Morais, o australiano Kai Otton, vencedor em Peniche em 2013, o norte-americano Kolohe Andino e os brasileiros Miguel Pupo e Wiggolly Dantas.

O período de espera do Meo Rip Curl Pro Portugal começou hoje e termina a 29 de outubro.

Lusa

  • Prisão preventiva para marroquino suspeito de apoiar o Daesh

    País

    O juiz do Tribunal Central de Instrução Criminal impôs esta quinta-feira prisão preventiva ao cidadão marroquino, detido na Alemanha e entregue a Portugal, suspeito de adesão e apoio ao grupo extremista Daesh e recrutamento e financiamento ao terrorismo.

  • "A isto chama-se pura hipocrisia"
    1:13

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho classifica a atuação do Governo na gestão da Caixa Geral de Depósitos como um "manual de cinismo político insuportável", declarações feitas pelo líder do PSD durante a reunião do Conselho Nacional em Lisboa.

  • O momento em que Trump quis ser um camionista

    Mundo

    O Presidente norte-americano Donald Trump reuniu-se esta quinta-feira com representantes da indústria de camionagem. Não é apenas do encontro que lhe falamos, mas principalmente da invulgar receção feita por Trump, que entrou para um camião, fingiu que o conduzia e buzinou... em pleno jardim da Casa Branca.

  • FBI investiga possível campanha de espiões russos contra Hillary
    0:57

    Mundo

    A suspeita de ligação entre a equipa de Donald Trump e operacionais russos está a aumentar. A CNN diz que a equipa do Presidente do Estados Unidos da América se coordenou com os russos para atingir Hillary Clinton. O FBI está a investigar registos telefónicos, de viagens, relatórios e transações para offshores.

  • Mais de 20 milhões estão a morrer à fome em África

    Mundo

    África enfrenta a maior crise desde 1945, com mais de 20 milhões de pessoas a morrer de fome em três países, Sudão do Sul, Somália e Nigéria, disse esta quinta-feira um responsável do Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas.

  • Jovem violada em direto no Facebook não se sente em segurança

    Mundo

    A jovem de 15 anos que foi abusada sexualmente por cinco ou seis homens durante um vídeo em direto para o Facebook está a receber tratamento. A mãe da jovem deu uma entrevista, na qual disse que a filha já não se sente em segurança na sua vizinhança, depois de receber ameaças na internet.

  • Menina "rouba" chapéu ao Papa
    0:27

    Mundo

    Estella Westrick tem apenas três anos, mas já conseguiu chegar aos jornais de todo o mundo, depois de "roubar" o chapéu do Papa. Durante uma visita da família na quarta-feira ao Vaticano, a criança - que não parece estar muito contente no vídeo - foi pegada ao colo por um dos funcionários do Vaticano, que a levou depois até ao Papa para receber dois beijos. Nesta altura, Estella aproveitou para tirar o solidéu episcopal, arrancando gargalhadas de toda a gente, especialmente do Papa Francisco.