sicnot

Perfil

Desporto

Blanco gostava de mudar de adversário na repescagem

LUSA

O wild-card português Miguel Blanco ficou hoje satisfeito com a sua estreia no circuito mundial de surf, apesar de ter sido relegado pelo brasileiro Jadson André para a repescagem, na qual vai reencontrar o havaiano John John Florence.

"Foi um bom arranque. Infelizmente, não consegui passar a bateria, não fiquei em primeiro, mas acho que foi positivo, uma boa estreia, porque fiz o meu surf, boas pontuações. Faltou pouco e agora tenho de descansar e preparar a segunda ronda", afirmou o surfista luso, que foi batido por Jadson André, tal como o líder do ranking mundial.

André venceu o sexto heat do Meo Rip Curl Pro Portugal, com 13,20 pontos (6,67 e 6,53), contra 11, 17 (6,10 e 5,07) de Miguel Blanco e os 9,94 (4,67 e 5,27) de John John Florence, que vão reencontrar-se na repescagem.

"Era divertido surfar com outra pessoa, já surfei com este no primeiro heat, mas é quem for, não interessa, vou apenas focar-me no meu surf e espero que estejam altos tubos", frisou Blanco.

Além de Jadson André, estão também já qualificados para a terceira ronda o português Frederico Morais, o australiano Kai Otton, vencedor em Peniche em 2013, o norte-americano Kolohe Andino e os brasileiros Miguel Pupo e Wiggolly Dantas.

O período de espera do Meo Rip Curl Pro Portugal começou hoje e termina a 29 de outubro.

Lusa

  • ANACOM apresenta recomendações para melhorar redes de telecomunicações
    1:17

    País

    A ANACOM entregou um conjunto de recomendações ao Governo, Parlamento, municípios e operadores de telecomunicações. A autoridade reguladora em Portugal das comunicações eletrónicas propõe que os cabos aéreos de telecomunicações sejam substituídos por cabos subterrâneos, entre outras coisas. O objetivo é impedir que as redes fiquem em baixo perante incêndios ou outras catástrofes.

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.

  • Atividade económica regista crescimento

    Economia

    A atividade económica portuguesa está a crescer ao maior ritmo dos últimos 17 anos. O crescimento registado em setembro é o mais elevado desde janeiro de 2000. Já o consumo privado registou uma diminuição face a agosto.

    SIC