sicnot

Perfil

Desporto

Maradona, acusado de fraude fiscal, diz que "não deve nada a ninguém"

O ex-futebolista argentino Diego Maradona, acusado de fraude fiscal em Itália há 25 anos, época em que jogava no Nápoles, disse hoje que "não deve nada a ninguém" e recusa pagar mais de 40 milhões de euros.

"Há mais de 25 anos, reclamam injustamente mais de 40 milhões de euros, dos quais 35 milhões de juros e multas, por alegada evasão fiscal, considerada inexistente por todos os juízes", afirmou o argentino numa entrevista ao diário italiano Corriere della Sera.

No seu projeto de orçamento para 2017, o Governo italiano introduziu uma disposição que anula juros e multas devidas por falta de pagamento de impostos, mas, questionado sobre o tema, Maradona manteve-se irredutível.

"Eu não devo nada a ninguém e, apesar de ser inocente, sou tratado como um dos piores criminosos do mundo. Eu sou o único no mundo a quem foram apreendidos brincos e relógios", disse o ex-jogador argentino, tido como um dos melhores futebolistas da história.

Maradona quer que os investigadores "estudem melhor o caso" e acrescentou que dessa forma chegariam a conclusão de que não deve "nenhum euro ao Estado".

Em 2005, Diego Maradona foi condenado pelo Supremo Tribunal de Itália ao pagamento de 37,2 milhões de euros, dos quais 23,5 milhões de juros, por dívidas ao fisco. O valor ascende agora a mais de 40 milhões.

Em 2006, o fisco italiano apreendeu ao argentino dois relógios de luxo, avaliados em 11 milhões de euros, quando se encontrava em Nápoles para um jogo de beneficência, e, em 2009, um par de brincos com brilhantes que foi leiloado por 25.000 euros.

Lusa

  • Primeiro-ministro admite que retatório sobre Tancos possa ser "fabricado"
    2:06

    País

    O primeiro-ministro garante que o relatório divulgado pelo expresso sobre o desaparecimento de armas em Tancos não é de nenhum organismo oficial e admite até que possa ser fabricado. Costa critica ainda o líder do PSD por comentado uma notícia que não confirmou. As Forças Armadas também negaram a existência de qualquer relatório sobre Tancos que o Expresso reafirma existir e ser verdadeiro.

  • Primeiro-ministro admite que retatório sobre Tancos possa ser "fabricado"
    2:06

    País

    O primeiro-ministro garante que o relatório divulgado pelo expresso sobre o desaparecimento de armas em Tancos não é de nenhum organismo oficial e admite até que possa ser fabricado. Costa critica ainda o líder do PSD por comentado uma notícia que não confirmou. As Forças Armadas também negaram a existência de qualquer relatório sobre Tancos que o Expresso reafirma existir e ser verdadeiro.

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.