sicnot

Perfil

Desporto

Antigo secretário-geral da FIFA envolvido na investigação ao Mundial2006

(Arquivo)

© SIPHIWE SIBEKO / Reuters

As autoridades suíças fizeram várias buscas e juntaram o ex-secretário-geral da FIFA, Urs Linsi, à lista de suspeitos no processo que investiga a atribuição do Mundial de futebol à Alemanha, em 2006.

A investigação que decorre há um ano visa quatro elementos que integravam o comité organizador do Mundial, e particularmente Franz Beckenbauer, à altura presidente do comité, por suspeita de lavagem de dinheiro.

Aos envolvidos junta-se agora o número um da FIFA à altura, e que ocupa atualmente um cargo num banco de Zurique.

O inquérito tem como origem o pagamento de 6,7 milhões de euros, em abril de 2015, pela Federação Alemã de Futebol ao então patrão da Adidas, parceira da FIFA.

  • Caixa multibanco assaltada em Portugal a cada dois dias
    2:43

    País

    O semanário Expresso conta que a mulher que morreu vítima de um disparo de agentes da PSP foi atingida pelas costas. O caso está a ser investigado pela PJ, que procura encaixar as peças da noite que acabou com uma morte inocente mas que começou com uma perseguição a um grupo de assaltantes de um multibanco. Assaltos que são cada vez mais comuns e que preocupam o Governo. A cada dois dias, uma caixa é assaltada.

  • Metro de Lisboa vai reduzir consumo de água

    País

    O Metro de Lisboa colocou em prática um programa para reduzir o consumo de água devido à situação de seca em Portugal, respondendo assim ao apelo do Ministério do Ambiente, segundo um comunicado divulgado este sábado.