sicnot

Perfil

Desporto

Chelsea vai investigar antigo funcionário suspeito de abusos sexuais a menores

© Reuters Staff / Reuters

O Chelsea contratou um escritório de advogados para investigar um antigo funcionário da "década de 1970", já falecido, suspeito de abuso sexual de jovens futebolistas, anunciou esta quarta-feira o clube Londres.

"O clube contactou a federação a fim de garantir que todo o auxílio lhe será dado no seu inquérito global. Isto significa transmitir toda a informação à FA sobre o inquérito que vamos realizar", escreveu o Chelsea, em comunicado.

De acordo com o Daily Telegraph, o Chelsea teria pago a um ex-jogador de uma das suas equipas jovens para garantir o seu silêncio sobre a agressão sexual de que foi vítima por parte de um recrutador, Eddie Heath, que trabalhou para os blues de 1968 a 1979.

O futebol britânico enfrenta um escândalo de pedofilia sem precedentes, sendo que cerca de 20 ex-jogadores, incluindo internacionais, revelaram ter sido vítimas de agressão sexual.

A federação abriu um inquérito sobre a matéria confiando o mega processo ao advogado Kate Gallafent, especialista em proteção à criança.

Na semana passada, o presidente da federação, Greg Clarke, assumiu que esta era a "maior crise" de sempre do futebol inglês, prometendo como "prioridade" da FA evitar que haja uma "nova geração de vítimas" de abusos sexuais nos escalões de formação do país.

"Quero deixar claro que partilho a dor das vítimas. Vamos investigar estes casos para que não haja uma nova geração de vítimas e para que aqueles que sofreram recebam uma verdadeira ajuda", disse.

O dirigente falava ao lado de Andy Woodward, o primeiro futebolista a admitir que foi vítima de abusos sexuais nos primeiros anos da carreira, confissão que foi seguida de várias outras de diversos jogadores em diferentes pontos do país, num escândalo que tem abalado a modalidade.

"Temos dois objetivos prioritários: assegurarmos de que as vítimas se sintam seguras na hora de denunciar estes factos e fazer todos os possíveis para que não haja uma nova geração de vítimas", reforçou.

A polícia abriu várias investigações, nomeadamente nas regiões de Londres, Manchester, Cambridge, Birmingham, Liverpool, Newcastle e Escócia.

Entretanto, cerca de 250 pessoas entraram em contato com a polícia na Inglaterra e País de Gales.

Mais de 50 pessoas também ligaram para a linha especialmente criada por uma das maiores associações de proteção da infância, a NSPCC.

Greg Clarke revelou que a FA tem colaborado com a polícia e refuta a ideia de que esta ação vise "proteger a reputação do futebol", afiançando que se trata apenas de "ajudar as vítimas e garantir que não haja mais".

Lusa

  • Marcelo já sabia da substituição do embaixador de Angola
    4:00

    País

    O Presidente da República sabia há bastante tempo da substituição do embaixador de Angola em Lisboa e já tinha aprovado o nome do futuro representante de Luanda. A revelação foi feita, esta terça-feira, por Marcelo Rebelo de Sousa, numa conversa exclusiva com a SIC no Palácio de Belém. O Presidente contou ainda que não vai enviar recados ao Governo nem aos partidos no discurso de 25 abril que vai fazer na Assembleia da República.

    Exclusivo SIC

  • "O ministro não escondeu nem tapou"
    1:20

    Economia

    Pedro Santana Lopes falou pela primeira vez sobre a auditoria feita à Santa Casa no período em que foi provedor. Esta terça-feira, na SIC Notícias, Santana Lopes desvalorizou as irregularidades e defendeu o ministro do Trabalho, da Solidariedade e da Segurança Social, Vieira da Silva.

    Pedro Santana Lopes

  • Constitucional chumba algumas normas da lei de barrigas de aluguer

    País

    O Tribunal Constitucional chumbou algumas normas do acórdão sobre as barrigas de aluguer. De acordo com o Expresso, a decisão já foi comunicada à Assembleia da República. A obrigatoriedade da regulamentação da lei ser feita pelo Parlamento e não pelo Governo terá sido unânime.

  • A história do bebé que continua a lutar pela vida depois de terem desligado as máquinas

    Mundo

    Alfie Evans sofre de uma doença cerebral degenerativa. A sua condição levou o caso à justiça e, depois de uma batalha judicial entre os pais e o hospital, os juízes determinaram que as máquinas do suporte artificial de vida fossem desligadas. Apesar de os aparelhos terem sido desligados na segunda-feira à noite, segundo os pais, a criança de 23 meses continua a lutar pela vida, respirando sozinha.

    SIC

  • O 10 de julho de 1941 na escrita de João Pinto Coelho
    15:09
  • Chegaram os brinquedos de cartão para a consola
    6:24
  • Marinha resgata 138 migrantes ao largo de Lampedusa

    País

    A fragata da Marinha portuguesa D. Francisco de Almeida resgatou esta terça-feira, ao largo da ilha de Lampedusa, em Itália, 138 migrantes, entre eles 15 mulheres e oito bebés, disse à Lusa fonte do Estado-Maior-General das Forças Armadas.

  • O recado de Donald Trump à Coreia do Norte 

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, exortou Pyongyang a eliminar todo o seu arsenal nuclear, precisando o que queria dizer exatamente ao apelar para a "desnuclearização" do regime totalitário, antes de uma aguardada cimeira com o líder norte-coreano.

  • O vestido de noiva de Megan Markle
    1:17