sicnot

Perfil

Desporto

Lewis Hamilton eleito melhor piloto do ano pelas equipas da Fórmula 1

© Hamad I Mohammed / Reuters

O britânico Lewis Hamilton foi eleito o melhor piloto do ano pelas escuderias da Fórmula 1, numa votação promovida pela revista inglesa Autosport, mesmo não conseguindo revalidar o título conquistado em 2015.

Hamilton, campeão do mundo em três ocasiões, continua a ser o favorito das equipas, que relegaram o novo campeão mundial, o alemão Nico Rosberg, para a terceira posição.

No plano geral, o alemão Nico Rosberg obteve nove vitórias em toda a época, bastando para terminar o campeonato com cinco pontos de diferença em relação a Hamilton, que ganhou dez grandes prémios e teve de abandonar várias corridas devido a problemas mecânicos.

As escuderias da Fórmula 1 reconheceram ainda o bom trabalho do espanhol Fernando Alonso, dando-lhe o sexto lugar, apesar de ter terminado o Mundial em décimo.

Os dez melhores pilotos de 2016 para as equipas de Fórmula 1:

1. Lewis Hamilton (GBR) - 234 pontos

2. Max Verstappen (BEL) - 183

3. Nico Rosberg (ALE) - 176

4. Daniel Ricciardo (AUS) - 133

5. Sebastian Vettel (ALE) - 90

6. Fernando Alonso (ESP) - 67

7. Kimi Raikkonen (FIN) - 61

8. Sergio Pérez (MEX) - 52

9. Valtteri Bottas (FIN) - 26

10. Carlos Sainz Jr (ESP) - 25

Lusa

  • BE acusa direita de bloquear atual comissão à CGD
    1:37

    Caso CGD

    O Bloco de Esquerda acusa a oposição de estar a fazer tudo para impedir as conclusões da comissão de inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos que está em curso. Numa altura em que PSD e CDS já entregaram o requerimento para avançar com uma segunda comissão, Catarina Martins defende que ainda há muita coisa por apurar sobre o processo de recapitalização do banco público.

  • Visita de Costa a Angola pode estar em risco
    2:26

    País

    A visita de António Costa a Luanda poderá estar em risco devido à acusação da justiça portuguesa contra o vice-Presidente de Angola. O jornal Expresso avança que o comunicado com a reação dura do Governo angolano é apenas o primeiro passo e que pode até estar a ser preparado um conjunto de medidas contra Portugal. Para já, o primeiro-ministro português desvaloriza a ameaça e mantém a visita marcada para a primavera.