sicnot

Perfil

Desporto

Nico Rosberg admite ter relação difícil com Lewis Hamilton

© Ahmed Jadallah / Reuters

O alemão Nico Rosberg, novo campeão mundial de Fórmula 1, admitiu hoje que a relação com o colega de equipa Lewis Hamilton é complicada, mas conhecer o britânico desde criança ajuda-o a superar os momentos de tensão.

"A nossa relação será sempre difícil. Seremos sempre rivais. Mas o facto de nos conhecermos desde a infância ajuda a ultrapassar períodos mais complicados", disse o piloto da Mercedes aos jornalistas alemães, em Wiesbaden, na Alemanha.

Os alemães também questionaram a atitude de Hamilton, que deliberadamente diminuiu o ritmo de corrida para que os pilotos que seguiam atrás -- Sebastian Vettel e Max Verstappen -- ultrapassassem Rosberg no Grande Prémio de Abu Dhabi, no domingo, última prova do Mundial, que consagrou o germânico.

"Lamento ter de falar sobre isso. Eu entendo que Lewis é um guerreiro, o título mundial estava em jogo. Podemos entendê-la, por vezes, um pouco além dos limites, como disputa pelo título", rematou o campeão, de 31 anos, que não quis comentar mais.

Rosberg conquistou o primeiro título mundial de Fórmula 1, em Abu Dhabi, no domingo, tornando-se o 33.º campeão mundial da categoria rainha do desporto automóvel e o terceiro alemão, depois dos títulos de Michael Schumacher (7) e Sebastian Vettel (4).

Lusa

  • Francês detido em Antuérpia "queria matar"

    Mundo

    O Presidente de França François Hollande afirmou que o francês detido esta quinta-feira por conduzir um automóvel a grande velocidade na principal rua pedonal de Antuérpia, na Bélgica, "queria matar" ou "provocar um acontecimento dramático".

  • Mais de 20 milhões estão a morrer à fome em África

    Mundo

    África enfrenta a maior crise desde 1945, com mais de 20 milhões de pessoas a morrer de fome em três países, Sudão do Sul, Somália e Nigéria, disse esta quinta-feira um responsável do Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas.

  • Menina "rouba" chapéu ao Papa
    0:27

    Mundo

    Estella Westrick tem apenas três anos, mas já conseguiu chegar aos jornais de todo o mundo, depois de "roubar" o chapéu do Papa. Durante uma visita da família na quarta-feira ao Vaticano, a criança - que não parece estar muito contente no vídeo - foi pegada ao colo por um dos funcionários do Vaticano, que a levou depois até ao Papa para receber dois beijos. Nesta altura, Estella aproveitou para tirar o solidéu episcopal, arrancando gargalhadas de toda a gente, especialmente do Papa Francisco.

  • Jovem violada em direto no Facebook não se sente em segurança

    Mundo

    A jovem de 15 anos que foi abusada sexualmente por cinco ou seis homens durante um vídeo em direto para o Facebook está a receber tratamento. A mãe da jovem deu uma entrevista, na qual disse que a filha já não se sente em segurança na sua vizinhança, depois de receber ameaças na internet.

  • Letizia, uma rainha da nova geração
    2:01