sicnot

Perfil

Desporto

Real Madrid volta a golear e segue para oitavos da Taça do Rei

Daniel Ochoa de Olza / AP

O Real Madrid confirmou esta quarta-feira o apuramento para os oitavos de final da Taça do Rei de Espanha de futebol com nova goleada sobre o Cultural Leonesa, desta vez por 6-1, no Estádio Santiago Bernabéu.

Mesmo sem Cristiano Ronaldo e outros habituais titulares, que foram poupados pelo técnico Zinedine Zidane, os 'merengues' voltaram a ser bem superiores ao emblema do terceiro escalão, que já tinha sido 'esmagado' por 7-1 na primeira mão.

O internacional português Pepe foi titular no centro da defesa, num encontro em que a grande figura foi o avançado venezuelano Mariano Díaz, que assinou um 'hat trick', aos um, 42 e 87 minutos.

Outro dos momentos altos do jogo foi a estreia de Enzo, filho de Zidane, que entrou em campo no arranque da segunda parte e apontou o quarto golo da sua equipa, aos 63 minutos.

O colombiano James Rodriguez, ex-jogador do FC Porto, também marcou, aos 23 minutos, e Morgado, com um autogolo nos descontos, fechou a contagem. Yeray Gonzalez, aos 45, fez o tento de honra do Cultural Leonesa.

Lusa

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.