sicnot

Perfil

Desporto

Sporting com lucros de 63 M€ no primeiro trimestre fiscal

As vendas de Slimani e João Mário pemitiram um lucro de 63 milhões de euros (ME) no primeiro trimestre fiscal, revelou a Sporting Futebol SAD, em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

No comunicado, a SAD 'leonina' revela ter fechado este primeiro trimestre fiscal, que decorreu entre julho e setembro deste ano, com um resultado líquido de 62,9 ME, contra os 74 mil euros registados no período homóilogo do ano passado.

Na nota, é frisado o facto deste constituir "o melhor resultado de sempre desde que foi constituída a sociedade anónima desportiva", tendo o mesmo sido justificado essencialmente com as vendas de João Mário e Slimani, que rondaram os 70 ME.

O resultado entre os encaixes com as vendas de jogadores e as aquisições saldou-se nos 59,64 milhões de euros, já que, aos rendimentos com vendas situados nos 72,88 ME - está incluída ainda a cedência dos direitos desportivos de Naldo ao Krasnodar - há que deduzir os gastos na compra de jogadores, estimados em 13,2 ME.

A participação na Liga dos Campeões (com um aumento de 8,2 ME), os direitos televisivos (que subiram 2,4 ME) e a bilheteira (aumento de 737 mil euros) contribuiram igualmente para o aumento dos proveitos operacionais na ordem dos 59,4%, para 32,2 ME.

Os gastos também subiram, mas a SAD destaca o facto de ter sido menos, tendo a sua subida se situado nos 31%, para 24,5 ME. A SAD 'leonina' justifica que se deveu essencialmente ao aumento salarial, "fruto do investimento nas equipas técnicas e nos jogadores profissionais de futebol", fundamentais "para a recuperação do posicionamento de liderança da Sporting SAD".

O passivo do Sporting cresceu 11% para 276,8 milhões de euros, justificado com o aumento dos valores a pagar a fornecedores, consequência do investimento no plantel e com outros passivos correntes derivados do apuramento do valor a pagar a terceiros por via das referidas alienações dos atletas João Mário e Islam Slimani.

Lusa

  • Vala comum com 6 mil corpos em Mossul
    1:43
  • À redescoberta da Madeira, 16 anos depois
    1:59
  • A menina que os pais queriam chamar "Allah"

    Mundo

    ZalyKha Graceful Lorraina Allah tem 22 meses, anda não sabe ler nem escrever mas já está no centro de um processo judicial contra o Estado da Georgia, nos EUA. Os pais, Elizabeth Handy e Bilal Walk, apoiados por uma ONG, exigem na justiça que o nome seja reconhecido na certidão de nascimento para que a criança possa ser inscrita na escola, na segurança social ou nos registos e notoriado. O casal já tem um filho de 3 anos que se chama Masterful Mosirah Aly Allah.

  • Acidentes em falésias matam 94 pescadores lúdicos

    País

    Mais de 90 pescadores lúdicos morreram nos últimos 19 anos e 137 ficaram feridos em 252 acidentes registados em zona rochosa ou em falésia, a maioria na zona de Lagos, Faro, segundo dados da Autoridade Marítima Nacional.

  • Partidos querem eleições a 1 de outubro
    1:35

    País

    A data para as próximas eleições autárquicas já gerou consenso. 1 de outubro é a data pedida pelos vários partidos ouvidos esta segunda-feira por António Costa. Na próxima quinta-feira, no Conselho de Ministros, o dia de ir às urnas vai ser escolhido.