sicnot

Perfil

Desporto

Capitão do Valência pede desculpa por beber e fumar em festa

© Heino Kalis / Reuters

O futebolista espanhol do Valência Dani Parejo pediu esta terça-feira desculpa por ter bebido e fumado numa discoteca, atitudes denunciadas com um vídeo nas redes sociais, explicando que estava num momento de lazer.

"Lamento as imagens reveladas. São impróprias. Só me resta pedir desculpa aos adeptos, ao clube, ao treinador e aos meus companheiros", escreveu Parejo na sua conta na rede social Facebook.

Fontes próximas do jogador revelaram que as imagens foram captadas na quinta-feira passada numa discoteca de Madrid, depois de o capitão da equipa valenciana ter participado num jantar com amigos.

"Não serve de desculpa, mas estava num momento de lazer e não tinha treino no dia seguinte", referiu o futebolista, de 27 anos.

O vídeo começou a circular nas redes sociais na segunda-feira, provocando uma profunda revolta nos adeptos do Valência.

"Sinto muito o que aconteceu", concluiu o colega de equipa dos portugueses Nani e João Cancelo.

Na sexta-feira, o técnico do Valência, Cesare Prandelli, deu folga ao plantel, uma vez que o encontro com o Real Madrid foi adiado, devido à participação dos 'merengues' no Mundial de Clubes, onde se sagraram pentacampeões mundiais, após derrotarem o Kashima Antlers por 4-2, após prolongamento.

Lusa

  • Marido de idosa que morreu na Sertã teve de caminhar durante duas horas para pedir ajuda
    1:44

    País

    A Altice garantiu esta sexta-feira que tentou agendar, por duas vezes, a reposição da linha telefónica na casa da idosa da Sertã, que morreu na semana passada por não ter comunicações que permitissem um socorro rápido. A mulher sentiu-se mal e o marido teve de caminhar durante duas horas para conseguir chegar à casa do vizinho mais próximo e pedir ajuda.

  • "Situação humanitária dos civis em Ghouta é aterradora"
    0:49

    Mundo

    O enviado especial da ONU para a Síria lançou esta sexta-feira um novo apelo a um cessar-fogo. O responsável está particularmente preocupado com a situação da população civil e diz que é preciso evitar que se repita em Ghouta o que se passou em Alepo.

  • Como é que alguém (Rúben Semedo) com tanto pode perder tudo?
    3:05
  • Instantes de uma noite de futebol europeu
    0:41
  • Não dá mais, Brasil!
    18:00