sicnot

Perfil

Desporto

Frederico Morais cumpre "sonho e objetivo" ao entrar no ranking mundial de surf

Frederico Morais

© Lusa

O surfista português Francisco Morais disse hoje ter realizado o "sonho e o objetivo" de entrar no ranking mundial de surf, sublinhando que "sempre acreditou que era possível" estar entre os melhores.

"Chegou ao fim a época competitiva mais incrível que já vivi. Foi um ano longo, cheio de momentos altos, com momentos menos bons, mas sempre a acreditar que era possível", pode ler-se na página oficial do facebook.

"Kikas" anunciou que está de volta a Portugal, enumerando os vários progressos e bons resultados que obteve ao longo das etapas em que participou.

"Estou agora a sair do Havai para regressar. A última vez que saí de Portugal estava em 38.º lugar no ranking (de qualificação). Seguiu-se o Brasil, de onde saí em 28.º e, agora, a "última escala" no Havai levou-me para o terceiro lugar e para o sonho que era objetivo... o World Tour 2017", congratulou-se o agora 44.º surfista do circuito mundial.

Morais admitiu que é complicado falar de sentimentos, sem esquecer o agradecimento aos fãs e a todas as pessoas que acreditaram e o encorajaram a ser melhor.

"Não é fácil exprimir o que sinto pelo que consegui. Não tenho palavras para agradecer a todos, sem exceções, os que mais próximo ou mais longe me apoiaram e incentivaram para o cumprimento deste objetivo", finalizou.

Lusa

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.

  • Quando o cancro chega por mero acaso
    1:55

    Mundo

    Cerca de dois terços das mutações que ocorrem nas células cancerígenas devem-se ao acaso, segundo um estudo da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos. Em Portugal, o Diretor do Programa Nacional Doenças Oncológicas alerta para a importância de um diagnóstico precoce e um estilo de vida saudável como forma de reduzir a fatalidade.