sicnot

Perfil

Desporto

Presidente da UEFA adverte que Croácia arrisca-se a "pesadas sanções"

© / Reuters

A Croácia arrisca-se a "pesadas sanções" por causa da violência e provocações neonazis dos seus 'hooligans', advertiu esta terça-feira o presidente da UEFA, o esloveno Aleksander Ceferin.

"Falei com o primeiro-ministro, Andrej Plenkovic, e com Davor Suker, o presidente da Federação Croata de Futebol (HNS), da possibilidade séria de sanções mais duras", disse à comunicação social Ceferin, que está em visita a Zagreb.

Ceferin, evocou "o problema dos adeptos, dos incidentes, que poderão terminar em pesadas sanções contra o futebol croata".

Quanto a Davor Suker, pediu por seu lado às autoridades do seu país "uma lei justa sobre o hooliganismo".

Os adeptos croatas estão entre os mais violentos do mundo e nos estádios do país são regularmente ouvidos cânticos pró-nazis e mostrados símbolos ligados ao regime colaboracionista ustachi, que governou a Croácia na II Guerra Mundial.

No Euro2016, o jogo contra a República Checa teve de ser interrompido por causa do arremesso de fumígenos por parte dos croatas.

Em junho de 2015, adeptos da seleção pintaram uma cruz suástica no terreno, antes de um jogo contra a Itália, em Split.

Com regularidade, os mais radicais entoam a saudação ustachi, 'Za dom Spremmi' - o que aconteceu sábado nas bancadas do Hajduk Split -Dinamo de Zagreb.

Lusa

  • "Cada drama, cada problema, cada testemunho, impressiona muito"
    1:55
  • Clínica veterinária em Tondela recebeu dezenas de animais feridos nos fogos
    2:57
  • Temperaturas sobem até ao final do mês
    1:09

    País

    O tempo não dá tréguas e, até ao final do mês, as temperaturas vão atingir valores acima do normal para esta época do ano. As temperaturas máximas vão subir entre os 25 e os 32 graus. O risco de incêndio aumenta a partir desta segunda-feira em todo o país e os meios aéreos, viaturas, operacionais e equipas de patrulha vão ser reforçados.

  • A história por detrás da fotografia que correu (e impressionou) o Mundo

    Mundo

    Depois dos incêndios da semana passada na Galiza, começou a circular na internet e nas redes sociais a imagem de uma cadela que alegadamente levava a sua cria carbonizada na boca. Contudo, a cadela é na verdade macho e chama-se Jacki. Esta é a história do cão que passou os dias após os fogos a recolher animais mortos para os enterrar num campo perto de uma igreja, em Coruxo, Vigo.

    SIC

  • Quando o cão de Macron fez chichi no gabinete do Presidente francês
    0:31
  • 245 saltam de ponte de 30m no Brasil para Recorde do Guiness
    1:56
  • Antigos presidentes dos EUA angariam 26 milhões para vítimas dos furacões
    0:58

    Mundo

    Os cinco antigos presidentes dos Estados Unidos da América ainda vivos juntaram-se para ajudar as vítimas dos furacões. Bill Clinton e Barack Obama lembraram as vítimas dos furacões e elogiaram o espírito solidário dos norte-americanos. Os antigos presidentes norte-americanos lançaram o apelo no início do mês passado e já conseguiram angariar cerca de 26 milhões de euros.