sicnot

Perfil

Desporto

Open da Austrália reforça prémios monetários para 34,8 milhões

© Issei Kato / Reuters

A organização do Open da Austrália em ténis vai distribuir 50 milhões de dólares australianos (cerca de 34,8 milhões de euros) em prémios monetários na próxima edição, entre 16 e 29 de janeiro.

O novo valor representa um reforço de 14 por cento comparativamente ao ano passado, com a organização do primeiro "Grand Slam" do ano a canalizar 3,7 milhões de dólares australianos (3,5 milhões de euros) aos vencedores dos quadros masculino e feminino de singulares.

Os derrotados na primeira ronda levarão para casa 50 dólares australianos (34.880 euros).

"Estamos empenhados em reforçar os prémios e garantir que todos os jogadores sejam devidamente recompensados", explicou o diretor do Open da Austrália, Craig Tiley.

O Open dos Estados Unidos, que fecha o "circuito" de quatro "Grand Slams", continua a ser o "major" com o mais alto valor em prémios monetários, distribuindo 46,3 milhões de dólares (44,5 milhões de euros).

Lusa

  • "O Benfica é atacado e não há ninguém que fale e que dê a cara?"
    6:05
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    Depois do artigo publicado no blog "Geração Benfica", Rui Gomes da Silva reiterou esta segunda-feira, em O Dia Seguinte da SIC Notícias, algumas das críticas à estrutura do clube. O antigo vice-presidente do Benfica defendeu Luís Filipe Vieira, Rui Vitória e Nuno Gomes. E acusou novamente Rui Costa de passividade e os vice-presidentes de não darem a cara. 

  • As primeiras imagens do furacão Maria pelas Caraíbas
    2:44
  • "Myanmar não teme o escrutínio internacional"
    1:07
  • Exercício e pastilha elástica: o que faz o país com mais idosos no mundo
    1:17