sicnot

Perfil

Desporto

Treinador do Nacional acredita no triunfo na receção ao Boavista

O treinador do Nacional, Manuel Machado, considerou esta quarta-feira que os resultados não têm correspondido aos desempenhos da equipa, mas espera um conjunto confiante, na quinta-feira, na receção ao Boavista, da 15.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Manuel Machado deu como exemplo o último jogo, com o Rio Ave, que, na sua opinião, não teve um resultado condizente com a prestação. "Viu-se um conjunto sempre empenhado e isso esteve tão patente que não se sabia quem era a equipa mais bem classificada", observou Manuel Machado, na conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o Boavista.

O treinador dos "alvinegros" assumiu que os fatores enumerados deixam a equipa muito confiante para vencer o Boavista, pedindo "uma pontinha de sorte na hora da finalização".

Instado a comentar o peso do 15.º lugar, com apenas um ponto acima do último, Machado diz que "a pressão e a ansiedade são normais", mas reconheceu "algum desconforto, que é normal, devido à classificação que não é nada normal nesta altura e nada condizente com o desempenho nos jogos".

O treinador nacionalista disse não acreditar num Boavista muito defensivo: "esta época, aquilo a que a imprensa costuma chamar autocarro (à frente da baliza) não tem sido muito visível. Isso tem a ver com os momentos do jogo e a necessidade das equipas, que, a dado momento, podem mudar para um bloco mais baixo, mas isso já não é tão visível me termos globais", destacou.

Quanto ao Boavista, Manuel Machado considera que, apesar da mudança de treinador, com a entrada de Miguel Leal para olugar de Erwin Sánchez), o perfil do jogo não se alterou. "A equipa tem momentos de jogar em bloco alto e outros em bloco baixo. É uma equipa rápida quando tem a bola e uma organização de ataque planeado em modo pautado".

Relativamente às muitas lesões na sua equipa esta época, o treinador garantiu que "os problemas continuam, mas é com os jogadores disponíveis que tem de ser encarar os jogos".

O Nacional, 15.º classificado, com 11 pontos, e o Boavista, 14.º, com 14, defrontam-se no Estádio da Madeira, no Funchal, a partir das 17:00 de quinta-feira, em jogo com arbitragem de João Pinheiro, da associação de Braga.

Com Lusa

  • Passos nega que resultado das autárquicas ponham em causa liderança do PSD
    7:46
  • PS e PSD trocam acusações sobre Tancos
    1:18
  • Homens vítimas de violência doméstica
    31:17
  • Marcelo mergulha na baía de Luanda
    0:45
  • Marcelo garante que relações com Angola "estão vivas"
    1:50

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou esta segunda-feira as boas relações entre Portugal e Angola. À chegada a Luanda para a posse do novo Presidente angolano João Lourenço, o chefe de Estado português aproveitou para tomar um banho de mar.

  • Défice chegou aos 2.034 milhões em agosto
    1:51

    Economia

    O défice do Estado caiu 1.900 milhões de euros até agosto, em comparação com o ano passado. A recuperação da economia ajudou a baixar o défice, com mais receitas e impostos acima do esperado. Já a despesa pública ficou praticamente inalterada e os pagamentos do Estado em atraso subiram.

  • EUA negam ter declarado guerra à Coreia do Norte

    Mundo

    Os Estados Unidos negaram esta segunda-feira ter declarado guerra à Coreia do Norte e frisaram que Pyongyang não pode disparar contra os seus aviões em águas internacionais, em resposta a uma ameaça do ministro dos Negócios Estrangeiros norte-coreano.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.