sicnot

Perfil

Desporto

Gignac teve perda de memória e saiu de ambulância na final da Liga mexicana

Christian Palma

O futebolista internacional francês André-Pierre Gignac teve que sair de ambulância depois de um choque no jogo da primeira mão da final do campeonato mexicano de futebol, na madrugada desta sexta-feira.

Gignac, que sofreu uma pancada na zona do pescoço, "está em dúvida" para o segundo jogo da final entre o Club América e a sua equipa, o Tigres de Monterrey, que se disputa no domingo, após o empate a 1-1 no primeiro encontro.

Na sua conta Twitter, o Tigres de Monterrey manifesta a dúvida quanto à possibilidade de Gignac jogar.

O avançado francês, de 31 anos, foi assistido ainda no relvado e teve, de acordo com os médicos do clube, uma curta perda de agooumemória, na sequência do choque com o defesa Bruno Valdez, aos 74 minutos, já depois de ter inaugurado o marcador, aos 44.

"Foi um choque normal, infelizmente magoou-se", comentou Valdez, salientando que da sua parte não houve agressividade, nem intenção de magoar o internacional francês.

Lusa

  • Passos Coelho pede desculpa aos portugueses
    3:35
  • População afetada pelo fogo tenta repor o que as chamas destruíram
    1:54
  • "Juntos por Todos" hoje no palco em Lisboa
  • Autarca garante que não houve "touros de fogo"

    País

    O presidente da Câmara de Benavente disse esta segunda-feira à Lusa que a atividade "touros de fogo" foi retirada do programa da Festa da Amizade depois de recebido um parecer desfavorável da Direção-Geral de Veterinária.

  • Esforço dos contribuintes para salvar bancos deve ser minimizado, diz Draghi
    1:49