sicnot

Perfil

Desporto

Benfica saúda Fernando Santos pelo prémio de melhor selecionador de 2016

In\303\241cio Rosa

O Benfica felicitou esta terça-feira Fernando Santos, que levou Portugal à conquista do Europeu de futebol de 2016, pela distinção de melhor selecionador do ano pela Federação Internacional de História e Estatística do Futebol (IFFHS).

"O Fernando Santos é um homem bom, que conseguiu coroar o esforço dos clubes e da Federação Portuguesa de Futebol com a conquista do Campeonato da Europa de futebol, em França, fruto de enorme capacidade de liderança, da força de vontade e da aptidão para superar obstáculos que o caracterizam", disse o presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, em declarações publicadas no site oficial do clube.

Luís Filipe Vieira já trabalhou com Fernando Santos no Benfica, na época 2006/2007, na qual o atual selecionador nacional levou a equipa lisboeta a terminar o campeonato no terceiro lugar, tendo sido despedido logo no início da temporada seguinte e substituído pelo espanhol José Antonio Camacho.

"Fernando Santos é um profissional de excelência e um bom amigo. É um líder que merece todos os resultados e prémios, porque, pelo seu humanismo e simplicidade, nenhum êxito lhe sobe à cabeça, continuando a ser o que sempre foi: um grande homem e um excelente treinador, que ficará para sempre na história do futebol português", sustentou o presidente benfiquista.

Fernando Santos, que em setembro de 2014 substituiu Paulo Bento no comando da seleção das "quinas", obteve 199 pontos, superando o sueco Lars Lagerbeck, que lidera a seleção da Islândia, que ocupa a segunda posição, com 71 pontos.

Na terceira posição, com 61 pontos, ficou o alemão Joachim Löw, que foi eleito o melhor selecionador em 2014, ano no qual levou a seleção germânica à conquista do título mundial.

Didier Deschamps, que comandou a seleção francesa derrotada por Portugal na final do Euro2016 (1-0, após prolongamento), terminou na quinta posição, com 52 pontos, atrás do galês Chris Coleman.

Fernando Santos, de 62 anos, sucede no palmarés de melhor selecionador do ano da IFFHS ao argentino Jorge Sampaoli, atual treinador do Sevilha, que em 2015 levou a seleção chilena à conquista da Copa América.

O selecionador português está entre os três finalistas ao título de treinador do ano da FIFA - que será anunciado a 09 de janeiro -, ao lado do italiano Claudio Ranieiri, que se sagrou campeão inglês com o Leicester, e do francês Zinedine Zidane, que levou ao Real Madrid à conquista da 11.ª Liga dos Campeões Europeus.

Lusa

  • UGT reivindica que salário mínimo ultrapasse os 600€
    0:26

    Economia

    O secretário-geral da UGT reivindica que até 2019 o salário mínimo nacional ultrapasse os 600 euros. Este sábado, num congresso distrital na Guarda, Carlos Silva considerou que o Governo tem condições para ir mais além e voltou a defender que para o próximo ano o patamar mínimo para a negociação deve ser os 585 euros.

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Franceses em protesto contra reformas de Macron
    1:04
  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.

  • Tony Carreira em Paris com sala cheia
    2:36

    Cultura

    O cantor Tony Carreira actuou ontem em Paris e teve sala cheia a aplaudir os temas que o tornaram conhecido há quase 30 anos. As recentes acusações de plágio não parecem afectar a popularidade do artista, que vai continuar em tournée. A Sic acompanhou o artista neste concerto.