sicnot

Perfil

Desporto

Nacional confirma oficialmente saída do treinador Manuel Machado

O treinador Manuel Machado vai abandonar o comando do Nacional, após quatro épocas e meia consecutivas ao serviço do emblema madeirense, confirmou esta quarta-feira o clube da I Liga portuguesa de futebol, através de comunicado.

Num curto comunicado, o Nacional informa que "chegou a acordo com Manuel Machado para a rescisão do contrato que estava em vigor até final da temporada".

O emblema insular agradece ainda a Manuel Machado todo o profissionalismo, competência e dedicação que sempre revelou ao serviço do clube, desejando-lhe os maiores sucessos pessoais e profissionais", pode ler-se no comunicado publicado na sua página na internet.

A decisão foi tomada após uma reunião entre o treinador e os responsáveis insulares, apesar de Manuel Machado ter orientado o treino matinal desta quarta-feira, que decorreu no complexo do clube, na Choupana.

Machado, que recentemente afirmou que o seu lugar estaria sempre à disposição, sempre e quando essa fosse a melhor solução para o Nacional, alegou, ao mesmo tempo que, em termos salariais, apenas receberia "até ao seu último dia de trabalho", deixando de lado o direito a uma eventual indemnização.

O Nacional está a fazer uma das suas piores campanhas no principal campeonato português de futebol. No entanto, participou por cinco vezes na Liga Europa, três das quais sobre o comando do agora demissionário Manuel Machado. Esta época, os ilhéus foram já eliminados da Taça de Portugal e da Taça da Liga.

O conjunto insular ocupa um modesto 16.º lugar na I Liga, tendo somado apenas 11 pontos em 15 jornadas disputadas, com apenas mais um ponto do que o lanterna-vermelha Tondela. A derrota caseira (2-0) frente ao Boavista, na última jornada disputada, terá originado a perda de confiança dos dirigentes no treinador.

Lusa

  • Manuel Machado de saída do Nacional da Madeira
    0:29

    Desporto

    O treinador ainda orientou o treino da manhã desta quarta-feira, mas já não deverá orientar o da tarde. Contactado pela SIC, fonte do clube não quis adiantar mais informações, mas de acordo com a imprensa desportiva, a rescisão de contrato está a ser ultimada.

  • Marco Silva vai treinar o Watford

    Desporto

    O treinador português Marco Silva assinou contrato com o Watford, da Liga Inglesa. O emblema que terminou a última Premier League na 17ª posição, a última antes dos lugares de descida, ganhou assim a corrida ao Crystal Palace e ao FC Porto, que também tentaram contratar o técnico.

  • "A maior conquista foi construir estabilidade"
    2:14

    Economia

    António Costa voltou esta sexta-feira a garantir que a partir de junho nenhum subsídio de desemprego será inferior a 421 euros por mês. O primeiro-ministro falava nas jornadas parlamentares do PS, onde afirmou que a estabilidade é a maior conquista deste Governo.

  • Com a multiplicação de bons indicadores económicos e financeiros do país, multiplicam-se os elogios ao Governo e declaram-se mortas e enterradas as políticas do passado recente, nomeadamente a da austeridade. Nada mais errado. O que os bons resultados agora alcançados provam definitivamente é que a austeridade resolveu de facto os problemas das contas públicas e, mais do que isso, contribuiu para o crescimento económico que foi garantido por reformas estruturais e pela reorientação do modelo económico.

    José Gomes Ferreira

  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.

  • G7 reforça compromisso na luta contra o terrorismo
    2:11
  • Uma foto para a história

    Mundo

    As mulheres dos líderes mundiais que se reúnem nas cimeiras da NATO posam para a fotografia oficial das primeiras-damas. A deste ano é histórica. Pela primeira vez, há um marido de um primeiro-ministro entre as nove mulheres. Trata-se de Gauthier Destenay, casado com o líder do Luxemburgo.