sicnot

Perfil

Desporto

Cristiano Ronaldo rejeitou proposta de 100 M€ de um clube chinês

© Eric Gaillard / Reuters

O capitão da seleção portuguesa de futebol, Cristiano Ronaldo, rejeitou um salário anual de cem milhões de euros proposto por um clube chinês, que ofereceu ainda 300 milhões ao Real Madrid pelo passe do jogador.

Os números foram avançados pelo empresário do avançado, o português Jorge Mendes, numa entrevista ao canal de televisão Sky Sport Itália.

"Chegou uma oferta da China de 300 milhões de euros para o Real Madrid e mais cem milhões de euros por ano para o jogador", disse Mendes, sem revelar o nome do clube.

"Mas o dinheiro não é tudo. O Real Madrid é a sua vida. O Cristiano está feliz no Real Madrid e é impossível que vá para a China", acrescentou.

Jorge Mendes disse ainda que o país asiático é um "mercado novo", que pode atrair "muitos jogadores", mas que, no caso do internacional português, é "impossível".

"O Cristiano é o melhor jogador de futebol do mundo e o melhor de sempre. É normal que tenha propostas", afirmou.

Encorajados pela ambição de Pequim em converter a China numa potência futebolística, os principais grupos privados e estatais chineses estão a investir na modalidade.

Os clubes da China rivalizam agora com as grandes equipas europeias na contratação de jogadores de topo, que têm de decidir entre contratos 'surreais' ou alinhar em campeonatos mais competitivos.

O argentino Carlos Tevez tornou-se na quinta-feira o jogador mais bem pago de sempre ao assinar pelos chineses do Shanghai Shenhua um contrato de dois anos de 80 milhões de dólares, a confirmarem-se os números não oficiais avançados pela imprensa.

Cristiano Ronaldo, que se sagrou campeão europeu com a seleção portuguesa em julho passado, conquistou este mês a quarta Bola de Ouro da sua carreira, prémio atribuído pela revista francesa France Football ao melhor futebolista do ano.

Lusa

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.

  • Autoridades italianas prosseguem buscas por desaparecidos em avalancha
    0:54
  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.

  • Carolina do Mónaco celebra o 60.º aniversário
    2:13

    Mundo

    Carolina do Mónaco celebra esta segunda-feira o 60.º aniversário. Em 60 anos, foi criança mediática, jovem rebelde e, agora, matriarca sem ser rainha. Carolina do Mónaco nunca saiu das revistas, por ser filha de Grace Kelly e Rainier do Mónaco, por ter somado namorados pouco recomendáveis para princesas, por ter perdido o pai dos seus filhos num terrível acidente.

  • Ator morre baleado durante gravações de videoclip na Austrália

    Mundo

    Um ator morreu depois de ter sido baleado durante as gravações de um videoclip da banda Bliss n Eso, na cidade australiana de Brisbane. A vítima foi identificada como Johann Ofner, de 28 anos. O homem chegou a receber a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.