sicnot

Perfil

Desporto

Ivanovic abandonou porque foi derrotada pelas lesões e quer "divorciar-se" do ténis

© Jacky Naegelen / Reuters

A sérvia Ana Ivanovic, que chegou a liderar o ranking mundial de ténis, admitiu que deixou a competição por se sentir física e psicologicamente incapaz, após uma sucessão de lesões, numa entrevista ao The Times, publicada este sábado.

Ivanovic, de 29 anos, anunciou na quarta-feira que abandonava o ténis por não conseguir manter-se no topo da sua forma pelas últimas lesões, deixando a modalidade depois de conquistar 15 títulos, um deles do Grand Slam, o torneio francês de Roland Garros de 2008.

"Nos últimos anos lutei sucessivamente contra as lesões. Era sempre uma batalha quando regressava, dentro e fora dos courts. Nem sempre me sentia na melhor forma", explicou Ivanovic ao jornal britânico.

Para a sérvia, o Masters feminino deste ano, em Singapura, "foi o último teste".

"Sentia, no corpo e no coração, que não devia forçar mais. Nunca é fácil deixar para trás o que amas. Preferia manter esse amor que continuar e acabar por desprezá-lo porque me magoava", disse a sérvia.

Ivanovic, que também foi finalista em Roland Garros de 2007 e Open da Austrália de 2008 e venceu dois Msters, ainda não consegue fazer uma avaliação da sua carreira.

"É difícil dizer se me superei ou fiquei abaixo das expetativas. Mesmo que olhe para trás e pense que poderia ter feito um pouco mais, tudo acontece por uma razão", admitiu.

Sobre o futuro, disse que tem apenas uma certeza, que não vai continuar ligada ao ténis, nem como treinadora.

"Agora, é altura de tentar coisas diferentes", concluiu.

Lusa

  • Tiroteio no Mississipi provoca oito mortos
    1:23

    Mundo

    Oito pessoas morreram, incluindo um polícia, depois de um tiroteio no estado norte-americano do Mississipi, nos Estados Unidos da América. O suspeito, um homem de 36 anos, já foi detido, mas as autoridades dizem que ainda é cedo para saber os motivos.

  • Milhares de brasileiros protestam na Praia de Copacabana contra Temer
    3:04
  • Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas
    1:40
  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Polícia usa gás lacrimogéneo para dispersar manifestantes contra cimeira do G7
    2:28

    Mundo

    A cimeira do G7 terminou este sábado com confrontos entre manifestantes e a polícia na ilha italiana da Sicília e sem o compromisso de Donald Trump sobre o Acordo de Paris para a redução de emissões de dióxido de carbono. O Presidente dos EUA fez saber na rede social Twitter que vai tomar a decisão final durante a próxima semana.