sicnot

Perfil

Desporto

Liverpool empata em Sunderland e pode ver Chelsea distanciar-se na liderança

© Reuters Staff / Reuters

O Liverpool deixou esta segunda-feira escapar por duas vezes a vantagem no estádio do Sunderland, concedendo um empate 2-2 no jogo da 20.ª jornada da Liga inglesa de futebol e podendo ver o Chelsea distanciar-se na liderança da prova.

Os 'reds' estiveram na frente, graças aos golos marcados por Daniel Sturridge, aos 19 minutos, e Sadio Mane, aos 72, mas a equipa anfitriã conseguiu restabelecer a igualdade, através de duas grandes penalidades concretizadas por Jermain Defoe, aos 25 e 84.

O Liverpool reduziu para cinco pontos o atraso para o Chelsea, mas a equipa londrina pode distanciar-se quando acertar o calendário, na quarta-feira, ao visitar o reduto do Tottenham, quarto classificado, no encontro de encerramento da ronda.

O Manchester City resistiu à expulsão de Fernandinho, aos 22 minutos, e conseguiu impor-se por 2-1 na receção ao Burnley, graças aos golos marcados por Gael Clichy, aos 58 minutos, e Sergio Aguero, aos 62, antes de Ben Mee reduzir para os visitantes, aos 70.

A equipa de Manchester ultrapassou provisoriamente Tottenham e Arsenal, que têm menos um jogo realizado, enquanto o Everton aproximou-se dos lugares europeus ao bater o Southampton por 3-0, com três golos marcados nos últimos 20 minutos da partida.

A época dececionante do Leicester no campeonato inglês teve hoje mais um capítulo, com o campeão a ocupar o 14.º posto, após o empate 0-0 no estádio do Middlesbrough, ao contrário do West Bromwich, que continua firme na metade superior da tabela, depois de hoje ter vendi o Hull City por 3-1.

Lusa

  • Marine devolve bandeira do Japão 73 anos depois 
    2:13

    Mundo

    Setenta e três anos depois da batalha mais sangrenta do Pacífico, um veterano dos Estados Unidos cumpriu uma promessa pessoal. Marvin Strombo devolveu à família a bandeira da sorte de um soldado japonês, morto em 1944, em Saipan, na II Guerra Mundial. 

  • Autoridades usam elefantes para resgatar pessoas das cheias na Ásia
    1:31

    Mundo

    Mais de 215 pessoas morreram nas inundações que estão a devastar o centro da Ásia, e estima-se que três milhões tiveram de abandonar as casas. As autoridades estão a usar elefantes para resgatar locais e turistas das zonas mais afetadas e avisam que há dezenas de pessoas desaparecidas.