sicnot

Perfil

Desporto

Bruno de Carvalho anuncia lista de recandidatura ao Sporting com poucas alterações

O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, tornou este domingo púbica a sua lista às eleições do clube, que tem como lema Sporting no rumo certo, e apresenta poucas alterações em relação ao atual conselho diretivo.

Na sua página na rede social Facebook, Bruno de Carvalho apresentou uma lista na qual figuram três vice-presidentes, atualmente em funções: Vicente Moura, Carlos Vieira e António Rebelo.

Em relação à lista apresentada em 2013, quando foi eleito para o primeiro mandato, Bruno de Carvalho "prescinde" de dois vice-presidentes: Artur Torres Pereira e Vítor Silva Ferreira, que renunciou ao cargo em 2015.

Como vogais mantêm-se Bruno Mascarenhas, Luís Roque, Rui Caeiro, Alexandre Godinho e José Quintela, passando Luís Gestas e Luís Loureiro de suplentes a candidatos a vogais.

Rita Matos e Jorge Sanches continuam como suplentes, numa lista que Bruno de Carvalho classifica como "unida, coesa e solidária" com "resultados de que todos se orgulham".

"Cada um destes nomes e rostos são sinónimo de competência, confiança e, sobretudo, de esforço, dedicação e devoção para que, todos juntos, alcancemos a merecida Glória. Sei o que quero: continuar no Rumo Certo. E também sei quem são aqueles que nos dão garantias para consolidar e crescer", escreve o presidente.

Bruno de Carvalho, presidente do clube desde março de 2013, é o segundo sócio do Sporting a manifestar a intenção de se candidatar às eleições marcadas para 04 de março, depois de Pedro Madeira Rodrigues.

Há quase quatro anos, Bruno de Carvalho venceu as eleições com 53,36% dos botos, impondo-se a José Couceiro, que obteve 45,35% e a Caros Severino, que conseguiu 1,02%.

Lusa

  • Hospitais vão ser penalizados se não cumprirem tempos de espera
    2:37

    País

    O Ministério da Saúde vai penalizar os hospitais que não cumprem os tempos de espera nas urgências e que tenham taxas elevadas de cesarianas. O novo modelo de financiamento prevê ainda linhas de financiamento próprio para a obesidade e rastreios do cancro do cólon e do colo do útero.

  • Assédio, até onde vai a tolerância?
    35:26